Desporto

1º de Agosto realiza hoje primeiro treino na Zâmbia

António de Brito |Lusaka

A equipa do 1º de Agosto, tetra-campeã nacional, realiza hoje o primeiro treino, em Lusaka, Zâmbia, tendo em vista a partida de sábado diante do Green Eagles FC, para a primeira “mão” da última eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos de futebol.

Militares do Rio Seco ambicionam começar a eliminatória a ganhar no reduto do adversário
Fotografia: Contreiras Pipa | Edições Novembro

Com os 18 jogadores bem dispostos, depois do excelente trabalho realizado em Luanda, o técnico Dragan Jovic vai incidir o treino na recuperação física e a consolidação dos aspectos técnicos, já que o bósnio esconde a táctica a utilizar frente à formação zambiana.

A fechar a sessão, Dragan Jovic divide o grupo para realizar uma partida de recreação, culminando os trabalhos com exercícios físicos. Neste treino, o treinador não vai exigir muito dos atletas, dado o trabalho efectuado na capital do país.
Às 14h00 de sexta-feira, o conjunto do Rio Seco faz o habitual treino de adaptação à relva do Estádio Nkolama, palco do jogo com o Green Eagles, quinta força da Liga zambiana, depois do Nkana, Zanaco, Mufulira Wanderes, Power Dynamos e Zesco United.

Acomodação

De modo a evitar eventuais percalços, a direcção do clube criou todas as condições, do alojamento, alimentação ao transporte e campo de treino. A delegação angolana está bem instalada, como refere o treinador-adjunto do 1º de Agosto, Ivo Raimundo Traça. “As condições encontradas são excelentes. Não temos razões para queixas. A direcção fez deslocar a Lusaka um emissário para proporcionar aos jogadores e equipa técnica as melhores condições, com o intuito de obter um bom resultado”, salientou ao Jornal de Angola.
Em Lusaka, o 1º de Agosto é muito acarinhado e apreciado, uma vez que Angola tem uma comunidade numerosa naquelas paragens. A equipa vai contar também com o calor de alguns adeptos angolanos, em número não especificado, que se deslocam à Zâmbia e retornam logo após o encontro. “Temos esta garantia de apoio, e orgulha-nos. Portanto, será bem-vindo”, agradeceu o técnico-adjunto de Dragan Jovic.
Para a “Operação Green Eagles”, o técnico Dragan Jovic escalou 18 jogadores, nomeadamente Tony Cabaça e Neblú (guarda-redes); Isaac, Paizo, Massunguna, Bobô, Bonifácio e Jó (defesas); Macaia, Mário, Kila, Atouba, Ibukun, Zito Luvumbo e Nelson da Luz (médios); Ary Papel, Lionel Yombi e Mabululu (avançados).

Toni Cosano projecta recepção ao Kampala City

 

O técnico do Petro de Luanda, Toni Cosano, faz hoje, às 10h30, durante a habitual conferência de imprensa, no Complexo Demóstenes de Almeida Clington, a antevisão do jogo com o KCCA FC, neste sábado à tarde, no Estádio Nacional 11 de Novembro, referente à primeira "mão" da segunda e última eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos.
No encontro com os jornalistas, depois da última sessão de treino, o espanhol vai abordar a preparação para este jogo contra os ugandeses e o grau de dificuldade, onde o objectivo de apurar-se para a outra fase da competição é uma das prioridades da direcção do clube e do corpo técnico.
Ontem, no campo Osvaldo Saturnino de Oliveira "Jesus", Toni Cosano contou já com a integração ao grupo de Wilson Gaspar, Herenilson, Yano, Eddie Afonso e Além, que terça-feira estiveram ao serviço dos Palancas Negras.
Wilson e Herenilson, que foram utilizados durante os 90 minutos no desafio com os Escorpiões da Gâmbia, efectuaram apenas exercícios de recuperação. Yano, Eddie Afonso e Além trabalharam com o grosso do plantel.
O adversário dos tricolores desembarca hoje à tarde no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, numa comitiva de 25 pessoas, entre atletas, técnicos, dirigentes do clube e federativo. Amanhã à tarde, realiza o reconhecimento e adaptação à relva do palco da partida, com as habituais correcções dos aspectos tácticos. Esta tarde chega também o quarteto de arbitragem da Etiópia, chefiado por Belay Tadesse Asserese.
O desafio da segunda mão disputa-se dia 26 do corrente, às 15h30, no Estádio Star Times Uganda, em Kampala.

Tempo

Multimédia