Desporto

1º de Agosto recebe Inter no destaque da jornada

Armindo Pereira

1º de Agosto e Interclube, dois crónicos candidatos ao título, protagonizam amanhã, às 19h00, no Pavilhão Victorino Cunha, o desafio de cartaz da terceira jornada da terceira volta da 42ª edição do Campeonato Nacional sénior masculino de basquetebol.

Fotografia: DR

Separados por apenas um ponto, os “militares” ocupam a segunda posição da tabela classificativa com 29 pontos, mais um em relação aos “polícias” no posto imediato. Este será o primeiro desafio de Walter Costa, com um adversário de “maior quilate”, enquanto técnico principal do conjunto rubro e negro.
Este é o primeiro dos dois desafios “a doer” , tendo em conta o encontro de sabado com o Petro de Luanda, líder da prova com 31 pontos. Além de jogar para garantir os dois pontos, Walter Costa vai ter de gerir o plantel, de modo a acautelar um possível desgaste físico da equipa.
O regresso do extremo-base Emmanuel Quezada veio aumentar o leque de opções do timoneiro militar nas posições um e dois, onde actuam Armando Costa, Hermenegildo Santos e Carlos Cabral. Na segunda volta, a equipa afecta ao Ministério do Interior levou a melhor, por 97-87. Em casa, os rubro e negros vão tentar redimir-se do desaire e manter a perseguição ao líder.
Depois de perderem a Supertaça Wlademiro Romero e afastados da disputa da primeira edição da Basketball African League (BAL), os militares do Rio Seco têm as baterias direccionadas para o Campeonato Nacional, onde tem como objectivo o resgate do titulo perdido o ano passado para o arqui-rival, Petro de Luanda.
Desde que assumiu o “leme”, depois do afastamento do então técnico Paulo Macedo, supostamente por maus resultados, Walter Costa Ainda só obteve vitórias e espera manter-se nesta senda até ao final da presente época.
Por seu turno, apesar de jogar no reduto contrário, a equipa do Interclube tem um plantel à altura de dar réplica, contrariar o favoritismo dos anfitriões e garantir os dois pontos. Para tal, na última sessão de treino de hoje, o treinador principal, Raul Duarte, chamou a atenção dos atletas para a necessidade de manter a consistência defensiva.
Os jogadores do Interclube estão obrigados a interpretar da melhor maneira o sistema táctico, sob pena de comprometer todo o plano ensaiado ao longo dos dias que antecederam o desafio. Aliás, este ano, os “polícias” foram os únicos que conseguiram vergar o campeão em título, por 91-87, na primeira volta.
Para ombrear de igual para igual com as duas equipas mais tituladas, Raul Duarte tem apostado no trabalho árduo, de modo a conseguir explorar as lacunas destes, tendo como base a disciplina táctica. É com este pensamento que os “polícias” vão encarar o encontro na visita aos militares, teoricamente favoritos.
Os basquetebolistas Gerson Domingos, Roberto Fortes, Egídio Ventura, Paulo Barros “Márcio”, Alexandre Jungo, Reggie Moore e Ngombo Rogério, só para citar, estes vão tentar concretizar os intentos fora de portas.
De acordo com o calendário, a jornada abre no pavilhão 28 de Fevereiro, às 15h00, com o jogo Vila Clotilde-Desportivo Kwnza. Uma hora mais tarde, no Gimnodesportivo da Cidadela, o campeão nacional, Petro de Luanda, recebe a Universidade Lusíada, ao passo que o ASA recebe às 18h00, no Dream Space, o Desportivo da Marinha.
Depois desta ronda, as atenções estarão voltadas para o clássico de sabado, às 19h00, na Cidadela, entre Petro e 1º de Agosto. Os “militares” ainda não conseguiram vergar os arqui-rivais na presente época.

Tempo

Multimédia