Desporto

1º de Agosto vence Petro e revalida título provincial

Teresa Luís

A coesão defensiva aliada ao ataque eficaz permitiu ontem à equipa do 1º de Agosto conquistar o título do Campeonato Provincial sénior feminino de andebol, ao derrotar por 20-14 o Petro de Luanda, no Pavilhão Principal da Cidadela.

Agostinas do Rio Seco festejaram no Gimnodesportivo da Cidadela o quarto troféu da época
Fotografia: Contreiras Pipa| Edições Novembro

Jogados 15 minutos da primeira parte, as militares venciam por 6-1. Albertina Kassoma e Liliana Venâncio (pivôs) e Christiane Mwasessa (lateral) montaram a "muralha quase intransponível" do conjunto do Rio Seco. As petrolíferas tiveram dificuldades em transpor o bloqueio defensivo e consequentemente visar a baliza defendida pela cubana Eneleidys Guevara.
Em situação de um contra zero, a turma do Eixo Viário acusou algum nervosismo e desperdiçou dois livres na linha dos sete metros. Depois da chamada de atenção de Vivaldo Eduardo, as tricolores reduziram a desvantagem de cinco para dois golos, com o placar a registar 8-6, resultado ao intervalo.
Na segunda parte, nos primeiros minutos, o Petro entrou com outra atitude e empatou a nove golos, a seguir registou-se outra igualdade a 11. Com as exclusões por dois minutos de Ríssia Oliveira, Joana Costa e Delfina Mugongo, o grupo ficou reduzido a quatro jogadoras.
Sem meias medidas, o 1º de Agosto às ordens de Morten Soubak aproveitou o factor superioridade numérica para fugir no marcador, 16-11. Na recta final, veio ao de cima o favoritismo das campeãs provinciais. Joana Costa, ao ser adaptada na primeira linha, causou desequilíbrios à defesa militar, mas os remates eram muito previsíveis.
Albertina Kassoma, Helena Paulo e Eneleidys Guevara destacaram-se no seio das rubro e negras, ao passo que no das tricolores Lurdes Monteiro, Magda Cazanga, Marília Quizelete e Teresa Almeida "Bá" empenharam-se para inverter a tendência de jogo, mas insuficiente para erguer a taça.

Tempo

Multimédia