Desporto

1º de Agosto assegura Língua Portuguesa na Liga de Clubes

António de Brito

A equipa do 1º de Agosto, bicampeão angolano, é a única de expressão portuguesa, entre as oito formações qualificadas para os quartos-de-final da Liga dos Clubes Campeões Africanos de futebol, cujo sorteio está marcado para 3 de Setembro, na sede da CAF, na cidade do Cairo, Egipto.

Fotografia: Santos Pedro|Edições Novembro

Do  lote, o francês é a língua dominante. Na sexta e última jornada do Grupo D, o 1º de Agosto derrotou o Mbabane Swallows, por 2-1, enquanto o Étoile da Tunísia empatou a um golo com o Zesco da Zâmbia. O Étoile totalizou 12 pontos, seguido do 1.º de Agosto, com nove. O Zesco United foi terceiro com seis, e o Mbabane último com quatro.
Al Ahly do Egipto e Esperance de Tunis qualificaram-se de forma antecipada no Grupo A, quando faltavam ainda duas jornadas por se jogar. Atendendo o histórico de ambas nas provas da CAF, o apuramento nunca foi posto de parte.
Na última ronda, o Al Ahly venceu por 4-3 o Kampala City do Uganda. O Esperance de Tunis empatou sem golos com o Township do Botswana. O Al Ahly soma 13 pontos contra 12 do Esperance de Tunis. Kampala City e Township ocupam as posições seguintes, com seis e quatro pontos.
No Grupo B, TP Mazembe e Entente Sétif da Argélia carimbaram os respectivos passaportes, para a fase a eliminar da prova. Na recepção ao Difaã de Marrocos, o TP Mazembe empatou a um golo, ao passo que o Entente Sétif triunfou (2-1) sobre o USM da Argélia. Os congoleses fecharam a prova na liderança com 12 pontos, seguidos pelos argelinos com oito. O Difaã de Marrocos surge no terceiro posto, com seis pontos. O USM da Argélia finalizou na última posição, com cinco.
O Wydad de Casablanca, actual campeão em título, fez jus à condição de equipa favorita, tal como o Horoya da Guiné Conacri. No terreno do AS do Togo, o Wydad empatou sem golos, idêntico resultado do jogo Horoya-Sundowns da África do Sul. O Wydad soma 12 pontos, secundado pelo Horoya com nove. Sundowns e AS Togo vêm depois, com seis e quatro pontos.

Tempo

Multimédia