Desporto

1º de Agosto defende liderança frente à Caála

António de Brito

Vitoriosos no passado fim-de-semana, Recreativo da Caála e 1º de Agosto protagonizam hoje às 15h00, no Estádio Mártires da Canhala, o jogo de cartaz na sequência da disputa da 11ª jornada do Girabola 2018/19, numa tarde futebolística que inscreve ainda os desafios Cuando Cubango FC-Académica do Lobito e Progresso Sambizanga-Santa Rita do Uíge.

Anfitriões vão tentar surpreender os tri-campeões nacionais para manter ciclo de vitórias
Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

Galvanizado com os triunfos frente ao Sagrada Esperança e Bravos do Maquis, o Caála espera contrariar ao máximo as pretensões do 1º de Agosto, mas não tem seguramente um jogo facilitado, uma vez que a formação militar não pretende desperdiçar pontos, num terreno onde não perde há três anos.
No plano teórico, o detentor do título do Girabola é claro favorito, mas vai ter de puxar dos “galões”, procurar concretizar as oportunidades de golo, para garantir os três pontos e manter-se na liderança da prova.
Os “militares” do Rio Seco estão decididos a manter a senda de vitórias, após o regresso aos triunfos sobre o Sporting de Cabinda, já que vinha de empates seguidos diante do Progresso Sambizanga, Recreativo do Libolo e Saurimo FC.
Frente aos caalenses, os rubro e negros disputam o 20º jogo, tendo um saldo de dez vitórias, duas derrotas e sete empates. O 1º de Agosto tem ainda a particularidade de ter marcado 23 golos e sofrido 12. Números que dão fortes possibilidades de os forasteiros vencerem o jogo.
Sem vencer há três jornadas, o Cuando Cubango FC joga o tudo ou nada diante da Académica do Lobito, às 15h00, no Estádio dos Eucaliptos, com a ambição de dar um “safanão” na crise de resultados, à semelhança da equipa adversária, que vem de derrota com o Santa Rita do Uíge. Espera-se um jogo movimentado e de resultado imprevisível.
Ambas estão separadas por dois pontos na tabela classificativa. A Académica ocupa a 10ª posição com 11 pontos, e o Cubango Cubango surge no 14º posto, com nove.
 No Estádio dos Coqueiros, o Progresso Sambizanga re-cebe o Santa Rita do Uíge, às 18h00, num jogo que se espera emotivo e “electrizante”, já que os contendores estão separados por um ponto na classificação. Com 12 pontos, os sambilas ocupam a oitava posição, enquanto os católicos figuram no 12º lugar, com 11.

Tempo

Multimédia