Desporto

1º de Agosto faz ajustes na táctica para o jogo

Honorato Silva, Hammamet

Com a confiança no apuramento para a final da Liga dos Clubes Campeões Africanos de futebol em alta, o 1 de Agosto efectua, hoje às 17h00, o treino de reconhecimento do relvado do Estádio Olímpico de Radès, palco do desafio de amanhã frente ao Esperance de Tunis.

Fotografia: Edições Novembro |

Em vantagem na meia-final, mercê da vitória  (1-0), alcançada no dia 2 de Outubro, no Estádio Nacional 11 de Novembro, os militares do Rio Seco expressam firme determinação na conquista da presença inédita na decisão do título continental.
Numa fase tão adiantada da época, sem repouso para os jogadores, que prolongam o período competitivo também ao serviço das selecçõesnacionais, os treinadores privilegiam a melhoria da componente técnica e táctica do jogo, enquanto na parte física o trabalho é mais conservador. “Fizemos duas sessões em Luanda, que permite concentrar o grupo, depois de uma paragem de 15 dias desde a disputa do primeiro jogo. Felizmente os jogadores reagiram bem. Prometem tudo fazer para chegar à final”, disse Ivo Traça, antes de admitir a introdução de prováveis alterações na equipa.
Para o adjunto de Zoran Maki, o facto de jogar fora de casa leva o 1 de Agosto a adoptaruma postura cautelosa: “Vamos defrontar um adversário muito experiente, que fará tudo no sentido de continuar em prova. Provavelmente jogaremos com dois homens no meio campo”.
No treino de ontem à tarde, no campo de apoio do Estádio Olímpico de Radès, o ensaio foi dominado por exercícios de saída da zona de pressão e o encurtar das linhas de passe, a fim de impedir a subida do adversário. A equipa técnica pede aos jogadores que redobrem a atenção, sobretudo na resposta aos movimentos do trio de médios formado pelo camaronês Frank Kom, o costa marfinense FoussenyCoulibaly e o tunisino GhaylenChaaleli, apoiados por AniceBadri.

Vistos do Egipto

A direcçãodo clube militar, representada em Tunispelo seu presidente, Carlos Hendrick da Silva, jogou na antecipação dos preparativos da desejada disputa da final, com a emissão de vistos de entrada para o Egipto e a Argélia.
Caso se confirme amanhã o apuramento, os tri-campeões do Girabola estão prontos a jogar a primeira “mão” da final, a 2 de Novembro, num dos dois países.O Al Ahly está em vantagem na eliminatória.

Tempo

Multimédia