Desporto

1º de Agosto olha apenas para o Girabola e Taça

António de Brito

A equipa do 1º de Agosto, tricampeão nacional, regressa hoje ao país, depois de ter falhado o apuramento para a última eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos de futebol, ao perder com o Otôho do Congo Brazzaville (2-0), após golear o adversário por 4-2, no encontro da primeira “mão”, em Luanda.

Fotografia: DR

Eliminada inesperadamente, a formação orientada pelo bósnio Dragan Jovic vira agora baterias, para o Girabola e Taça de Angola, com o objectivo de vencer ambos os troféus.
Amanhã, o detentor do título do Girabola retoma os trabalhos de preparação, no Estádio António dos Santos França “N'dalu”, tendo em vista o jogo de amanhã frente à Académica do Lobito, partida referente à quinta jornada do campeonato, a disputar-se no Estádio Municipal do Buraco.
Na única sessão de treino do dia, o técnico Dragan Jovic privilegia a recuperação física dos jogadores, seguido de trabalhos com bola.
A derrota com o Otôho já faz parte do passado, uma vez que a equipa rubra e negra focaliza todas as atenções no desafio diante do conjunto treinado por Paulino Júnior, onde o objectivo passa por pontuar no reduto adversário, de modo a conservar a liderança da competição.
Apesar da ambição, os militares do Rio Seco não esperam por facilidades, visto que os estudantes criam sempre dificuldades aos campeões nacionais. No Lobito, o 1º de Agosto não vence a Académica há dois anos, após a vitória por 3-1, com “bis” de Gelson Dala e Buá.
Dos 12 jogos realizados no Lobito, o 1º de Agosto venceu apenas dois, perdeu seis e empatou quatro.

Tempo

Multimédia