Desporto

1º de Agosto pode assegurar hoje apuramento para a final

Anaximandro Magalhães

Moralizado com a vantagem por dois a zero, o 1º de Agosto pode assegurar hoje a qualificação para a final dos playoffs da 40ª edição do Campeonato Nacional sénior masculino de basquetebol, caso vença o ASA, na terceira de cinco partidas referente às meias-finais, a disputar-se às 18h00, no Pavilhão Multiusos Arena do Kilamba.

Olalekan Ajaiy (16) e Sekouba Condé (10) contribuíram com dois e seis pontos no triunfo
Fotografia: Dombele Bernardo | Edições Novembro

Cientes do passo minúsculo que precisam de dar, os rubro e negros às ordens técnicas de Paulo Macedo não vão deixar passar certamente a possibilidade de em antecipação, carimbar o passe para a etapa de decisão do Unitel-Basket, cujo propósito previamente delineado no arranque da época é erguer o troféu.
Depois de ter sentido inúmeras dificuldades no primeiro desafio, vitória por 84-79, conseguida apenas com recurso a prolongamento, após igualdade a 72 pontos, nos 48 minutos regulamentares, os agostinos trataram  de, no segundo encontro, justificar o estatuto de equipa mais titulada do nacional maior da bola ao cesto, 18 campeonatos ganhos, ao desfeitear o adversário por convincentes 95-68.
Por sua vez, o conjunto do aeroporto, orientado por Carlos Dinis, tem na partida desta noite a derradeira oportunidade para adiar a pretensão militar, e com isso reentrar no despique pelo passe.
Mas para isso, Dinis e pupilos terão de ter estofo anímico o quanto baste para amansar os militares do Rio Seco.
Macedo pode fazer alinhar: Carlos Cabral "Ketson", Mohamed Cissé, Edson Ndoniema, Armando Costa, Armando Costa, José Pedro, Felizardo Ambrósio "Miller", Mutau Fonseca, Emanuel Amauris "Manny Quezada", Jacques Conceição, Hermenegildo Santos "Gildo", Islando Manuel "Papa Ngulo" e Eduardo Mingas.
Dinis tem à disposição: António Neto, Olêncio Ndatipo, Curtes Allem, Bráulio Morais, Eduardo Ferreira, Elmer Félix, Levi Moule, Aldemiro João, Donald Sincleton, Zola Paulo, Délcio Ucuahamba e Vasco Estêvão.

Petro perto da final
Com o triunfo ontem, por 69-61, frente ao Sport Libolo e Benfica, o Petro de Luanda elevou para dois a zero a primazia, e reduziu para uma vitória, a distância que o separa de marcar presença na final da maior prova do calendário de competições da Federação Angolana de Basquetebol (FAB).
Sem chama e fulgor no primeiro e segundo quartos, em que mas pareciam equipas de juvenis, a atestar está o resultado ao intervalo, Petro 23 e Sport Libolo, 26, as duas equipas despertaram na etapa complementar, onde os comandados de Lazare Adingono foram mais competentes.
Empatados a 47 pontos quando restavam nove minutos para o final do jogo, os petrolíferos tiveram no minuto cinco, o momento fulcral, pois um lançamento triplo de Leonel Paulo permitiu colocar o marcador em 53-49. Daí em diante, os tricolores do Eixo Viário não deram tréguas ao adversário com quem volta a testar aptidões amanhã, no Dream Space.

Tempo

Multimédia