Desporto

1º de Agosto prepara deslocação a eSwatini

António de Brito

Com o adiamento do jogo diante do Cuando Cubango FC, referente à 15ª e última jornada da I volta do Girabola, o 1º de Agosto focaliza exclusivamente a preparação no jogo da próxima terça-feira, frente ao Mbabane Swallows, em Manzini, eSwatini, pontuável para a segunda ronda do Grupo D da Liga dos Clubes Campeões Africanos de Futebol.

Militares acreditam numa vitória na segunda jornada depois do empate no jogo de estreia
Fotografia: José Cola | Edições Novembro

Depois do empate (1-1) em Luanda, diante do Étoile du Sahel da Tunísia, o bicampeão angolano treina hoje às 8h00, no Estádio França “N'dalu”, com o técnico Zoran Maki a trabalhar de modo especial a finalização, porque a equipa cria inúmeras situações de golo, mas não consegue concretizá-las.
A seguir ao trabalho de finalização, Zoran Maki “improvisa” um  jogo treino em campo reduzido, para perceber se os jogadores assimilaram ou não os exercícios. A culminar a preparação, o treinador sérvio realiza corridas ligeiras à volta do campo, seguidas de alongamentos e abdominais.
Frente ao swazis, o treinador sérvio quer evitar o maior desperdício, para que a equipa rubra e negra vença por uma margem folgada.
 Em declarações ao Jornal de Angola, Ivo Traça, treinador-adjunto do 1º de Agos-to, diz que o ataque é um dos males que enferma o futebol angolano, e sublinhou que as falhas cometidas diante do Étoile da Tunísia não se vão repetir.” Este problema é generalizado. É um mal que enferma o nosso futebol. As equipas angolanas marcam poucos golos. Estamos a trabalhar ao pormenor o ataque”, garantiu.
 Para vencer pela primeira vez na competição, a formação militar realiza um mini-estágio de dois dias, na cidade de Joanesburgo (África do Sul), para onde segue amanhã na máxima força.”Vamos trabalhar dois dias na África do Sul. As condições estão criadas para fazermos uma boa preparação”, referiu o técnico assistente.
No domingo, o 1º de Agosto escala o Reino de eSwatini, para no dia seguinte efectuar o treino de adaptação à relva do Estádio Mavuso Sports Centre, com capacidade para 5 mil espectadores.
Quanto à equipa adversária, Ivo Traça adiantou que o 1º de Agosto não dispõe de elementos sobre o Mbabane Swallows. “Não sabemos nada sobre o adversário. Se está na fase de grupos é uma excelente equipa. Temos de ter cautelas na abordagem do jogo”.
Em relação à ambição, o adjunto de Zoran Maki mostrou-se confiante num bom resultado, apesar de a equipa jogar fora de casa.”O objectivo é pontuar em todos os desafios. Sabemos das dificuldades a encontrar. Iremos fazer de tudo para vencermos em Manzini”, disse, acrescentando que o propósito do 1º de Agosto na competição passa necessariamente pelo apuramento para os quartos-de-final. Vamos bater-nos pelos dois primeiros lugares do grupo. Estamos com uma excelente equipa. Penso que não iremos defraudar os amantes do futebol no país”, prometeu Ivo Traça.
Do ponto de vista clínico, Natael é a única preocupa-ção do plantel, depois de ter falhado o jogo com o Étoile Sportive du Sahel da Tunísia, por lesão. A equipa médica tudo faz para recuperar o jogador. “Vamos aguardar pelos últimos desenvolvimentos hoje (ontem), apesar de estar a treinar com algumas limitações. O Natael é um jogador imprescindível na manobra da equipa”.
Para a “operação” Manzini, o técnico Zoran Maki leva 23 jogadores, sendo que prepara o jogo diante do Mbabane Swallows com o plantel completo, nomeadamente Neblú, Tony Cabaça, Julião e N'sesani (guarda-redes); Massunguna, Bobó, Mingo Bille, Isaac, Bonifácio, Paizo, Natael e Yisa (defesas); Chow, Nelson da Luz, Catraio, Ibukun, Geraldo, Gogoró, Medá, Buá, Mongo, Guelor, Mário, Cirilo e Macaia (médios); Vanilson, Fofó, Vado, Razak e Jacques (avançados).
Neste agrupamento, as quatro equipas somam cada um ponto, designadamente Étoile da Tunísia, 1º de Agosto, Zesco United da Zâmbia e Mbabane Swallows.

Assalto à liderança
Com quatro jogos em atraso, o 1º de Agosto pode assumir à liderança do campeonato, com 33 pontos. Caso vença o 1º de Maio de Benguela (segunda jornada), Sporting de Cabinda (sexta), Sagrada Esperança (14ª jornada) e Cuando Cubango FC (15ª jornada). O bicampeão angolano ocupa a segunda posição, com 21 pontos.

Tempo

Multimédia