Desporto

1º de Agosto prepara visita aos proletários

António de Brito

Ultrapassada a derrota com o Mbabane Swallows, o plantel do 1º de Agosto, bicampeão nacional, prepara a todo o vapor o jogo de domingo, frente ao 1º de Maio de Benguela, de acerto à segunda jornada do Girabola, a disputar-se às 15h00, no Estádio Edelfride da Costa Palhares “Miau”.

Militares treinam motivados para defrontar o 1º de Maio
Fotografia: Santos Pedro| Edições Novembro

Com o grupo completo, a equipa rubra e negra realiza, hoje às 8h30, no Estádio França “N'dalu”, um treino meramente táctico, com o técnico Zoran Maki a privilegiar os exercícios construção de jogadas e finalização.
No ataque, o 1º de Agosto está com ineficácia, pois cria inúmeras oportunidades de golos, mas não consegue finalizá-las. O treinador sérvio quer uma equipa concretizadora em todos os jogos, para o alcance dos objectivos nas duas competições, designadamente Girabola (defesa do título) e Liga dos Campeões.
“Se não finalizarmos, torna-se difícil vencermos os jogos. Vamos continuar a trabalhar o capítulo da finalização, para que os golos apareçam.Temos finalizado muito pouco”, reconheceu ao Jornal de Angola, Ivo Traça, treinador-adjunto do 1º de Agosto.
Frente aos proletários, Zoran Maki passa a ter mais opções na defesa, no meio campo e no ataque, depois de ter viajado para Manzini privado de Natael e Razak (lesionados), Nelson da Luz (adoentado) e Gogoró (falecimento do pai).
No treino de ontem, o técnico militar incidiu a preparação da equipa na recuperação física dos jogadores, após regresso na quarta-feira de eSwatini, com escala técnica em Joanesburgo (África do Sul). Logo a seguir, Zoran Maki pôs os atletas a recrearem-se com a bola, finalizando os trabalhos com exercícios físicos.
A derrota com o Mbabane Swallows não abala a confi-ança da equipa na deslocação à cidade de Benguela, como garante o técnico assistente, Ivo Traça.” De forma alguma. A derrota com o Swallows faz parte do passado. Estamos a trabalhar motivados para  vencer no reduto do adversário”.

Tempo

Multimédia