Desporto

1º de Agosto recebe Marinha na condição de equipa favorita

Armindo Pereira

1º de Agosto e Desportivo da Marinha jogam hoje, às 18h00, no Pavilhão Victorino Cunha, no desafio de maior cartaz da quinta jornada da segunda volta da fase regular do Campeonato Nacional sénior masculino de basquetebol, Unitel-Basket.

Plantel rubro e negro às ordens de Paulo Macedo ainda não conta com nenhum estrangeiro
Fotografia: M.Machangongo| Edições Novembro

A equipa rubro-negra é favorita à conquista dos dois pontos em disputa para manter a perseguição ao líder do campeonato, Petro de Luanda. Caberá aos marinheiros contrariarem estes intentos.
No treino de ontem, os jogadores da formação da Marinha aprimoraram todos os aspectos de jogo, visando o desafio com os campeões nacionais às ordens de Paulo Macedo. O sector defensivo é o que tem merecido mais atenção, na véspera de jogos com as equipas tidas como favoritas.
A formação, que esteve a ser orientada durante duas semanas pelo técnico adjunto Garcia Domingos, já pode contar com os préstimos do treinador  principal, Walter Costa, após o regresso de Gaberone, Botswana, onde esteve a orientar o combinado nacional Sub-16 masculino, campeão dos Jogos da Região V.
O objectivo da Marinha, segundo o técnico, é equilibrar ao máximo e tentar surpreender o principal candidato do campeonato nacional, anulando as suas principais unidades. Casos do base Armando Costa, os extremos  Pedro Bastos, Islando Manuel e Edson Ndoniema,  bem como do poste Eduardo Mingas, sem qualquer desprimor para os outros atletas do plantel.
Com o plantel totalmente à disposição, a Marinha, garante Walter Costa, vai entrar para este desafio com a mesma determinação de sempre. A entrega e determinação dos seus atletas  “reflectem-se na classificação actual”, o terceiro lugar com 19 pontos.
Na terceira ronda, o conjunto marinheiro vendeu cara a derrota a um dos crónicos candidatos, Petro de Luanda, depois de ter perdido pela margem mínima (83-82). Na ocasião, Garcia Domingos atribuiu o desaire à falta de experiência dos seus jogadores.  
A jornada reserva ainda para as 18h00, o não menos interessante Interclube-Helmarc Academia, no 28 de Fevereiro, e a visita do ASA ao Desportivo Kwanza, no mesmo recinto, três horas antes.
Nesta partida, a formação do Kwanza, única estreante no nacional maior da bola ao cesto, tudo fará para conquistar o segundo triunfo. Mas para isso tem de surpreender o conjunto aviador, a atravessar o pior momento desde o arranque da prova.
Em antecipação à jornada, na semana passada os petrolíferos venceram por 80-70, o Vila Clotilde. Apesar de te-rem ganho, o técnico tricolor, Lazare Adingono não gostou da postura dos jogadores.
Amanhã, para a sexta ron-da, o calendário reserva as seguintes partidas: Vila Clotilde-ASA, às 18h00, no 28 de Fevereiro e Desportivo da Marinha-Universidade Lusíada, às 16h00, no Victorino Cunha. 
O Campeonato Nacional observa um interregno de uma semana. A última jornada do corrente ano realiza-se amanhã.
A competição retoma a 4 de Janeiro, devido ao período de festas.
De acordo com o calendário da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), a fase regular do nacional termina a 29 de Março, com a conclusão da quarta volta, mês em que será realizado o sorteio do Mun-dial da China, onde Angola vai marcar a oitava presença.
Entre os dias 5 e 7 de Abril são disputados os Jogos das Estrelas “All Stars Game”, antes dos quartos-de-final. O “play-off” da final come-ça a ser jogado a 30 de Abril, à melhor de sete.

Tempo

Multimédia