Desporto

1º de Agosto recebe Sagrada Esperança

António de Brito

Com saldo de três vitórias e dois empates caseiros, a equipa do 1º de Agosto recebe o Sagrada Esperança, hoje às 17h30, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em jogo de acerto de calendário da 14ª jornada do Girabola, com o claro objectivo de vencer.

Lundas querem conquistar os primeiros pontos fora de casa
Fotografia: José Cola | Edições Novembro

Frente à formação diamantífera, a equipa rubra e negra é obrigada a vencer para continuar no encalço do Petro de Luanda, na disputa do primeiro lugar do campeonato. Na condição de visitado, o 1º de Agosto procura a quarta vitória, visto que dos 15 pontos possíveis, fez apenas 11. Marcou cinco golos e sofreu apenas um.
Depois da exibição menos conseguida, na vitória sobre o 1º de Maio de Benguela, o técnico Zoran Maki trabalhou uma equipa capaz de vencer e rubricar uma exibição acima da média frente aos lundas.
Na recepção aos verde e brancos, Fofó e Neblú desfalcam o bicampeão nacional. O médio ofensivo não recuperou da lesão contraída no jogo com os proletários, enquanto o experiente guar-da-redes solicitou dispensa ao corpo técnico, para contrair matrimónio. Neblú falha o segundo desafio da formação militar, depois de já o ter feito com o 1º de Maio de Agostinho Tramagal.
Perante as duas contrariedades, Zoran Maki mexe na equipa, com Tony Cabaça na baliza, quarteto defensivo formado por Isaac, Paizo, Bobó e Dani Massunguna, na linha intermediária Macaia, Gogoró, Mongo, Ibukun e Geraldo. As despesas de ataque estão entregues a Jacques, num claro 4-5-1, desdobrável.
No Sagrada Esperança, o técnico Ekrem Asma conta com toda a sua armada, para contrariar os intentos, apesar de reconhecer o potencial dos militares do Rio Seco.
Com três jogos em atraso, o 1º de Agosto tem excelente oportunidade para fechar o primeiro turno do campeona-to na liderança (33 pontos), depois de no ano passado ter terminado na segunda posição, com a mesma pontuação.

Tempo

Multimédia