Desporto

36 imóveis de Neymar bloqueados pela Justica

Neymar tem 36 imóveis bloqueados pela justiça brasileira, incluindo duas mansões de luxo. Ou seja, o jogador do PSG pode usufruir das casas, mas não as pode vender até resolver o problema com o fisco, que lhe pede quase 16 milhões de euros. A notícia é avançada pelo jornal 'Folha de São Paulo', que contabilizou 36 imóveis em nome do jogador, da família ou das suas empresas.

Entre os bens bloqueados estão duas mansões - que juntas têm 3 mil metros quadrados -, em Santos, e que são utilizadas pela família do craque. Foram adquiridas em 2011 por 1,6 milhões de euros, quando Neymar recebeu um adiantamento de 10 milhões de euros do Barcelona, valendo agora o dobro, segundo o mesmo jornal. Em causa está um alegado desvio de verbas ao fisco, ocorrido aquando da transferência do brasileiro do Santos para o Barcelona. Os catalães teriam pago 40 milhões de euros a uma empresa do pai de Neymar ao longo de 2011, 2013 e 2014, mas as autoridades consideram que essa verba destinou-se ao jogador. Ou seja, em vez de ter sido tributada a 17 por cento (taxa do imposto para empresas), deveria ter sido a 27,7 por cento (taxa para pessoas singulares).
Recorde-se que o jogador, que se encontra lesionado e por isso foi dispensado da selecção do Brasil que disputa a Copa América, está a ser vítima de uma acusação de violação. Como se não bastasse, o craque do PSG viu o presidente do clube francês abrir nos últimos dias as portas à sua saída.

Tempo

Multimédia