Desporto

Académica de Luanda perde jogo e liderança

António de Brito

A equipa do 1º de Agosto ascendeu, no sábado, à liderança do Campeonato Nacional sénior masculino de hóquei em patins, que decorre em Luanda e no Lobito, ao vencer no jogo de destaque da terceira jornada a Académica de Luanda, por 5-4, em desafio disputado no Pavilhão Anexo I da Cidadela Desportiva.

Militares interromperam no sábado à noite o ciclo vitorioso da equipa da Maianga
Fotografia: AGOSTINHO NARCISO | EDIÇÕES NOVEMBRO

Com este resultado, os “militares” põem fim à invencibilidade dos “estudantes”, após as derrotas no Campeonato Provincial de Luanda e na Taça de Angola. Nas provas sob a égide da Federação Angolana de Patinagem (FAP), a Académica de Luanda, detentora do troféu, não perdia com o 1º de Agosto desde a fase do título do “nacional” passado.
Sabendo das dificuldades a enfrentar diante do campeão em título, o vice-campeão fez um jogo inteligente e anulou as principais unidades da Académica, casos de Neri, Walter e Ju, apesar destes terem sido os autores dos golos dos “estudantes”.
Depois da perda do título no ano passado, o 1º de Agos-to está focado no resgate do campeonato na presente edição, já que investiu no plantel e na equipa técnica, liderada pelo português José Henriques.
Em três partidas disputadas, a equipa vice-campeã nacional conseguiu igual número de vitórias.
José Henriques, treinador do 1º de Agosto,valorizou o triunfo frente à Académica de Luanda. “Duas grandes equipas do nosso campeonato. Foi um jogo muito competitivo. Era importante vencermos a Académica. Penso que vai ser uma prova muito disputada”.
Por parte da Académica de Luanda, o técnico Fernando Fallé atirou-se contra a equipa de arbitragem. “Jogámos com dois adversários. O 1º de Agosto não merece favores. Nós vamos ser campeões nacionais”.
Na deslocação à cidade do Lobito, o Petro de Luanda escorregou, ao perder diante do Hóquei  Clube local, por 4-3, em jogo disputado no Pavilhão da Casa do Pessoal do Porto do Lobito.
A jogar em casa, o Hóquei Clube do Lobito faz sempre “vida cara” às equipas adversárias. O Instituto Superior Técnico Militar (ISTM) recebeu e goleou por 5-2, o Hóquei 300.
A quarta jornada abre amanhã, com a Académica de Luanda a defrontar o Hóquei 300, num jogo em que a equipa campeã em título é claramente favorita, depois da derrota diante do 1º de Agosto.
Frente ao Hóquei 300, o técnico Fernando Fallé vai, certamente, aproveitar para rodar todo o plantel, já que o objectivo visa dar mais tempo de jogo aos atletas menos utilizados, sem perder de vista a conquista dos três pontos.
Numa partida de desfecho imprevisível, o ISTM recebe a Marinha de Guerra, duas equipas que se equiparam. Ambas jogam sempre para ocuparem lugares do meio da tabela classificativa.O jogo promete ser bastante renhido.
Já o 1º de Agosto tem uma partida aparentemente fácil diante da equipa do Exército, com o favoritismo a recair para a formação militar, pois vem de uma vitória moralizadora frente ao campeão em título.
À saída da terceira jornada, o 1º de Agosto lidera a prova, com nove pontos. A Académica e o Estado Maior partilham o segundo lugar da competição, com seis pontos cada.

Papa títulos

Em 40 edições disputadas do nacional, o Petro de Luan-da é o recordista com oito conquistas, seguido da Académica de Luanda, com sete. O Juventude de Viana é terceiro com seis troféus ganhos. O 1º de Agosto surge na quarta posição, com dois. O Atlético de Luanda foi o primeiro campeão, em 1978.


Tempo

Multimédia