Desporto

Académica quer vergar outro candidato ao título

Amândio Clemente

O jogo Académica do Lobito-Kabuscorp do Palanca é o principal atractivo na sequência da disputa da 15ª jornada do Campeonato Nacional da I Divisão, Girabola'2018, numa tarde que inscreve ainda os não menos importantes FC Bravos do Maquis-Sporting de Cabinda, Desportivo da Huíla-Recreativo da Caála e Progresso Sambizanga-Recreativo do Libolo.

Equipa lobitanga pretende confirmar excelente forma com triunfo sobre o Kabuscorp
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

O duelo entre “estudantes” e palanquinos coloca frente a frente o terceiro e o sexto colocados na tabela de classificação. Os anfitriões somam 20 pontos, no terceiro posto, ao passo que os forasteiros têm menos cinco, condimentos que levaram a Federação Angolana de Futebol (FAF) a marcar a partida para o Estádio Nacional de Ombaka, às 15h00, com o fito de proporcionar o espectáculo, que se espera bom de se ver, a um número maior de espectadores, já que o estádio do Buraco, recinto habitual da Académica do Lobito, não chega para as encomendas de um jogo deste nível. Os contendores entram motivados para o desafio, devido aos resultados positivos alcançados na jornada anterior. Ambos venceram, coincidentemente, por duas bolas sem resposta. Rui Garcia, técnico dos estudantes, ambiciona conquistar os três pontos, tirando partido do factor casa, pretensão que Sérgio Traguil e pupilos pretendem contrariar. Aliás, como candidatos ao título só a vitória lhes interessa , ao passo que um triunfo dos anfitriões guinda-os outra vez, ainda que provisoriamente, para a segunda posição. 
Com estes condimentos antevê-se uma partida renhida e de desfecho imprevisível, apesar de os estudantes jogarem diante dos seus adeptos.
Equilibrado e renhido vai ser igualmente o desafio entre FC Bravos do Maquis e Sporting de Cabinda, às 15h00, no estádio Jones Kufuna Mundunduleno, no Luena. Ambas equipas somam 15 pontos, mas os maquisardes estão melhor posicionados (9º lugar) que os leões (11º). A jogar em casa a equipa orientada por Zeca Amaral assume o favoritismo, mas os visitantes prometem contrariar ao máximo as pretensões dos maquisardes.
No estádio do Ferrovia, no Lubango, o Desportivo da Huíla recebe o Recreativo da Caála, às 15h30, num duelo que se espera igualmente equilibrado, embora a formação militar da Região Sul se apresente como favorita, por jogar em casa. Com 17 pontos, na quinta posição, a formação treinada por Mário Soares vai procurar tirar partido do factor casa para amealhar a totalidade dos pontos em disputa, mas a equipa da Caála, que vem de uma derrota na jornada anterior, tentará certamente evitar novo desaire, para fugir da zona de despromoção.
Depois do descanso forçado pela desistência do JGM, o Progresso Sambizanga mede forças com o Recreativo do Libolo, às 17h30, no Estádio Municipal dos Coqueiros, com a clara pretensão de arrecadar os três pontos, ao passo que a formação da vila de Calulo entra para o desafio com o objectivo de redimir-se da inesperada derrota caseira frente ao estreante Cuando Cubango FC. Um duelo que se antevê renhido, se tivermos em conta que ambos contendores somam 15 pontos na tabela classificativa.
A disputa da jornada fica concluída no dia 30 do corrente, quando o Cuando Cubango FC  receber o 1º de Agosto.

Tempo

Multimédia