Desporto

Alemanha foi atingida pelo vírus dos campeões

Anaximandro Magalhães

À semelhança do que aconteceu com a Argentina em 1990, França em 2002, Itália em 2010 e Espanha em 2014, a Alemanha, na qualidade de campeã do mundo em título não conseguiu vencer no jogo de estreia.

Fotografia: DR

Deste lote, apenas os italianos escaparam o trago amargo da derrota, ao empatarem ante o Paraguai, por 1-1, na África do Sul, no primeiro Mundial organizado no continente berço.
O registo não permitiu a Mannschaft, designação oficial da selecção alemã, quebrar o enguiço, elevando para oito, os anos de percalços dos campeões mundiais no arranque da prova.
Domingo, no Estádio Luzhniki, com capacidade para 81 mil espectadores, na cidade de Moscovo, capital da Rússia, a equipa europeia, orientada por  Joachim Low, perdeu por 1-0, frente ao México, país da América do Norte.
A Alemanha foi atingida tal como as selecções com o rótulo de vencedoras da maior prova do futebol, com o “vírus dos campeões mundiais”. Do quarteto, apenas a Argentina conseguiu, mes-mo perdendo na estreia, chegar a final.
Com zero pontos, na terceira posição do Grupo F, a Alemanha terá pela frente as congéneres da Suécia, dia 23 e Coreia do Sul, dia 27, no encerramento da fase regular.

Tempo

Multimédia