Desporto

Anfitriãs do Africano querem final caseira

Armindo Pereira |

As formações angolanas do 1.º de Agosto e Interclube decidem hoje, a partir das 16h45, a passagem à final  da Taça dos Clubes Campeões Africanos de Basquetebol sénior feminino, nos jogos referentes às meias-finais, da prova que decorre no pavilhão do Kilamba, em Luanda. 

Militares correm para destronar as polícias do topo do pódio
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

O clube militar é o primeiro a discutir o apuramento, diante do First Bank da Nigéria, ao passo que às 19h00 o Interclube tem pela frente as moçambicanas do Ferroviário de Maputo.
Nas partidas dos quartos-de-final, as equipas tidas como favoritas cumpriram. O 1.º de Agosto suplantou o Equity Bank do Quénia, por 68-42, com já favoráveis 35-17, ao intervalo. O técnico Jaime Covilhã aproveitou a partida para dar minutos às jogadoras até então menos utilizadas. No final, o treinador do 1.º de Agosto disse que o jogo serviu para avaliar a equipa, tendo em vista a disputa com o First Bank: “As nossas adversárias têm um bom jogo interior e exterior. São consistentes quer a defender quer a atacar. Por outro lado, a minha equipa está bem. Temos de ter os níveis de confiança em alta, para ultrapassar mais um obstáculo”.

Polícias imparáveis
Por seu lado, as campeãs em título ultrapassaram as congolesas democráticas do Motema Pembe, por expressivos 68-38, num jogo marcado pela exibição pobre no primeiro quarto.
O técnico adjunto do Interclube, Fernando Sapalo, considerou que a sua equipa adormeceu no jogo do adversário, que ofereceu pouca resistência, mas se mostrou satisfeito pelo objectivo cumprido. A presença na meia final.       

Tempo

Multimédia