Desporto

Angola tenta contrariar favoritismo do Senegal

Melo Clemente | Maputo

Numa missão quase “impossível”, a Selecção Nacional sénior feminina de basquetebol vai procurar surpreender hoje, às 17h00, no Pavilhão do Maxaquene, a similar do Senegal, em partida da primeira jornada do Grupo B do Torneio de Pré-Qualificação zona africana, selectivo ao Pré-Olímpico de Tenerife, Espanha, em Fevereiro de 2020.

Fotografia: Dr

Noventa e um dias depois de se terem defrontado para os quartos-de-final da 24ªedição do Campeonato Africano das Nações, Afrobasket, decorrido em Dakar, Senegal, em que as anfitriãs bateram de forma copiosa as angolanas, por expressivos 88-54, os conjuntos voltam a medir forças.
Depois de terem desembarcado, ontem, na cidade de Maputo, as pupilas de Apolinário Paquete estão praticamente refeitas do “cansaço” da viagem de quatro horas, para encarar o desafio desta noite com tranquilidade.
Com um grupo de recurso, pelas peripécias que o “cinco” nacional viveu, com anúncio da sua desistência, o seleccionador vai procurar montar uma equipa que seja capaz de conter o ímpeto ofensivo das senegalesas, que a par das nigerianas, são apontadas como principais favoritas à conquista dos dois passes de acesso ao Torneio Pré-Olímpico.
Ao contrário de Angola, a Selecção do Senegal está no máximo da força para esta competição.
A base norte-americana naturalizada angolana, Italle Lucas, vai assumir a condução do jogo ofensivo das bi-campeãs africanas, que já contam com uma participação nos Jogos Olímpicos (Londres'2012). Paquete, ciente do pouco tempo de preparação que teve, assumiu que as pupilas tudo farão para dignificar as cores nacionais.
No jogo de abertura, a Nigéria, actual campeã africana, tem pela frente, às 14h30, a República Democrática do Congo, num prélio em que as nigerianas são claramente favoritas.
Moçambique e Mali, integrantes dos grupos A e B, respectivamente, folgam por imperativo de calendário. Moçambique defronta amanhã, às 18h00, a República Democrática do Congo, ao passo que o Mali, medalha de bronze do último Afrobasket, mede forças com Angola, às 15h30.

Tempo

Multimédia