Desporto

Angola abre prova diante da Austrália

Anaximandro Magalhães

A Selecção Nacional sub-17 feminina de basquetebol estreia-se de modo inédito, na doravante designada Copa do Mundo, diante da Austrália, a 21 de Julho, na Bielorrússia, palco da competição até 29 do mesmo mês.

Seleccionadora Elisa Pires acredita numa boa postura
Fotografia: FIBA ÁFRICA

O encontro entre angolanas e australianas, referente ao Grupo D, está agendado para o Palácio do Desporto de Minsk e Falcon Club. Na segunda jornada, dia 22, Angola defronta o Canadá, e no encerramento, dois dias depois, o adversário é a Letónia.
No "ranking" da FIBA, as comandadas de Elisa Pires, estão muito aquém das restantes integrantes da sua série. O Canadá, quarto posicionado na tabela, com 342 pontos acumulados, é a selecção melhor posicionada. No palmarés do continente americano, as canadenses são segundas com a mesma pontuação.
A Austrália, fruto da re-cente conquista do campeonato da Oceânia, é sétima, com 219 pontos, primeira classificada dos oceânicos. A Letónia é 24ª quarta com 73 pontos, e 13 no “ranking” europeu. Por sua vez, Ango-la soma 31,8 pontos, e que-da-se no 34º posto, terceira em África.
Em declarações à Rádio Cinco, canal desportivo da Radiodifusão Nacional de Angola (RNA), a seleccionadora nacional, mostra-se confiante numa boa prestação, e justifica com a necessidade de ser cumprido um bom plano de preparação.
Segundo diz, já está elaborado e entregue à Federação Angolana de Basquetebol (FAB),  instituição presidida por Hélder Martins da Cruz “Maneda”.
Eis a composição dos restantes grupos: (A) Japão Colômbia, Bielorrússia e França. (B) China, Estados Unidos, Itália e Mali, líder do "ranking", africano com 116 pontos, e 13º na FIBA. Na série C estão acomodadas a Argentina, Nova Zelândia, Espanha e Hungria.

Tempo

Multimédia