Desporto

Angola conquista três medalhas de ouro

Três medalhas de ouro, quatro de prata e duas de bronze é o saldo de Angola na 10ª  edição do Campeonato do Mundo de Jiu-Jitsu, disputado nos Emirados Árabes, na cidade de Abu-Dhabi, nas categorias de infantil, juvenil e juniores, em ambos os sexos.

Petizes angolanos mostram talento em prova internacional
Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro


O feito foi alcançado pelos atletas da Academia "Matilha BJJ Angola", sob a orientação técnica de Walter Faustino "Mestre Lobão". Na categoria infantil,  Rúben Melo, (45 quilogramas), Kuamy Xavier (33kg) e Carla Conceição, juvenil (70 kg) conquistaram cada uma medalha de ouro.
Angelino Upenda, júnior (37 kg), Divaldo Upenda,  teen (62 kg), Yura Ataide, júnior (48kg) e  Dário Paulo, infantil (30kg) arrebataram no mundial cada um, uma de prata, enquanto Nelmo Paulo,  infantil (30kg) e Nerivaldo Almeida, kids (30 kg) alcançaram as de bronze. O regresso dos jovens lutadores, cujos bilhestes de passagem e estadia foram suportados pelso pais, está previsto para domingo.
O Jornal de Angola, apurou junto do técnico que dos países africanos, Angola obteve a melhor classificação, quer no mundial como no ranking.  Em relação ao desempenho dos atletas, Walter Faustino argumentou: "Estamos satisfeitos com o resultado alcançado. Pretendemos continuar a trabalhar . Depois do mundial vamos focar a nossa atenção para as competições internas".
O mundial de jiu-jitsu profissional de Abu Dhabi arrancou ontem e encerra no sábado. Na fase final, os atletas das faixas preta e castanha, o “Rei do Tatame”, os vencedores das últimas nove edições e a da presente época defrontam-se para decidirem o título.
Na presente edição, a federação internacional anunciou também a participação sem precedentes de atletas locais, regionais e internacionais. A meta é reunir  os nomes mais sonantes da modalidade.

Tempo

Multimédia