Desporto

Angola derrota Camarões e joga hoje frente ao Tchad

Melo Clemente | Radès

A Selecção Nacional de basquetebol em seniores masculinos defronta hoje, a partir das 20h30, no Pavilhão de Radès, na Tunísia, a similar do Tchad, em partida que marca o encerramento da segunda jornada do Grupo E da quarta janela de qualificação zona africana para a Copa do Mundo de 2019, com palco na China.

Leandro Conceição (37) esteve muito aquém do habitual no desafio frente aos camaroneses
Fotografia: DR

Ao contrário da partida de ontem, frente aos Camarões, em que enfrentaram algumas dificuldades, para vencer, por 83-76, hoje, diante da modesta selecção  tchadiana, conjunto que ocupa o lugar 107 do ranking mundial, o combinado nacional, que ocupa o trigésimo sétimo lugar do ranking, tem uma grande oportunidade de melhorar a sua qualidade de jogo.
Apesar do ranking não jogar, os angolanos que procuram a oitava presença numa fase final de um Mundial, são claramente apontados como favoritos à conquista dos dois pontos em disputa.
Mas, este favoritismo teórico, os pupilos do técnico norte-americano, William Voigt têm de provar na quadra e nas mais diferentes etapas de jogo.
O seleccionador nacional prefere encarar todas as partidas desta quarta janela de qualificação zona africana para a Copa do Mundo, com o mesmo grau de dificuldade, pelo que, solicitou a sua rapaziada a fim de entrarem para o jogo de mais logo, com os níveis de concentração em alta.
Uma eventual vitória logo mais, frente ao lanterna vermelha do Grupo E, coloca o cinco nacional mais próximo da fase final da 18ª edição da Copa do Mundo de 2019, competição que, pela primeira vez, contará com a participação de 32 nações, contra 24 das edições anteriores. />Mesmo reconhecendo o potencial dos hendecacampeões africanos, os tchadianos querem surpreender o seu adversário, vingando-se da derrota sofrida na fase preliminar do Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket,  de 2011, prova disputada em Antananarivo, capital do Madagáscar.
Ainda hoje, para o Grupo E, Camarões e Marrocos abrem a ronda a partir das 15h30, ao passo que a Tunísia mede forças com o Egipto, num embate de difícil prognóstico.
Entretanto, ontem, na estreia, a Selecção Nacional sentiu imensas dificuldades, para vergar a congénere dos Camarões, por 83-76, quando ao cabo dos primeiros 20 minutos, os pupilos de Will Voigt conservavam uma vantagem de 11 pontos (45-34).
Com José António no cinco inicial, o extremo base do Atlético Petróleos de Luanda mostrou competência, tendo recebido a confiança dos seus companheiros.
Com este triunfo, os angolanos tomaram de assalto o segundo lugar do Grupo E, somando nesta altura, 12 pontos, contra onze dos camaroneses que caíram para o terceiro lugar da série .
A qualidade de jogo evidenciado nos primeiros sete minutos do terceiro quarto, onde vulgarizou a sua similar,  quase que terminaria em “tragédia”, dado que os forasteiros chegaram a reduzir a vantagem de 20 para dois pontos.

Tempo

Multimédia