Desporto

Angola e Nigéria disputam presença nas meias-finais

Matias Adriano

Os Palancas procuram hoje a passagem para as meias-finais da V edição do Campeonato Africano das Nações Chan’2018, quando defrontarem na cidade de Tanger, com início às 17h30(tempo de Angola) a selecção da Nigéria. O jogo está a ser aguardado com redobrado interesse pelos dois conjuntos, em face daquilo que configura os objectivos de ambos neste torneio.

Angola e Nigéria jogam cartada decisiva, já que ambas perseguem as meias-finais do CHAN
Fotografia: Cafonune.com

Os nigerianos, como se sabe, nunca facilitaram o combinado angolano, levando quase sempre à melhor nos confrontos entre si. Mas estamos a falar de selecções pouco representativas em termos de valores individuais, já que não contam com as suas unidades que actuam em outros campeonatos, que são no fundo aqueles que as potenciam.
Seja como for, não devemos deixar de reconhecer que será na mesma um jogo difícil para a Selecção Nacional, a despeito daquilo que se viu das duas equipas na fase inicial. A Nigéria, como sempre, deu mostras de continuar a ser uma potência do futebol continental, tendo se batido com galhardia no seu grupo até terminar à frente dos outros concorrentes. Isto espelha por si só a sua capacidade de luta.
Mas, os angolanos conhecem perfeitamente quem é o adversário de logo mais, e terão já estudado a melhor estratégia de como fazer face às suas investidas, ou, se preferirem, como procurar contorná-lo. O jogo promete. Esperamos  só que não complique as aspirações de Srdjan Vasiljevic e seus rapazes, que também se acham no direito de sonhar com uma classificação honrosa na prova.
Na verdade, a Nigéria integra o selecto grupo de selecções que quando se apresentam em provas do género fazem-no com objectivo único de chegar ao fim. Mas Angola aos poucos vai aprendendo a pensar da mesma forma, tanto é que em mais de duas ocasiões ouvimos o seleccionador nacional a evocar o título como objectivo. A ser assim, podemos contar com um jogo de difícil prognóstico.
Vamos esperar que o pequeno contratempo que se verificou, que tem a ver com a chegada tardia a Tanger, não tenha causado problemas no seio do grupo. Pois, em função disto, a equipa efectuou apenas uma sessão de treino em Tanger, e, vai-se lá saber, se conseguiu  adaptar-se ao clima local ou não. Este quesito, parecendo que não, causa alguma preocupação, à equipa técnica, sobretudo.
Afinal não devemos minimizar este factor, particularmente por sabermos que o adversário a defrontar fez  nesta cidade a primeira fase, tendo apenas se movimentado para Agadir, onde fez o terceiro jogo com a Guiné Equatorial. Portanto, está melhor ambientado ao local e conhece perfeitamente o recinto de jogo. Mas, pode ser que este elemento não seja preponderante.
Portanto, os dados estão lançados. Angola ou Nigéria, um deles vai integrar o quarteto de equipas que, quarta e quinta-feira, disputam as meias-finais. E se nos for dado direito de escolha entre as duas, a nossa preferência não é segredo par ninguém. Vamos, por isso, fazer uma corrente positiva para que tudo corra bem para os Palancas Negras.
No histórico de jogos, Angola e Nigéria disputam o 13º jogo oficial, com clara vantagem das Super Águias, já que somam sete vitórias contra duas dos Palancas Negras. Os restantes três encontros terminaram empatados. Dos jogos disputados, a Nigéria marcou 15 golos, ao passo que Angola apontou nove. No apuramento para o Campeonato do Mundo de Futebol Alemanha’2006, Angola e Nigéria integraram o Grupo 4.

Tempo

Multimédia