Desporto

Angola encerra campanha com vitória

Anaximandro Magalhães

Embalada pelas duas vitórias consecutivas e determinada a fazer o pleno em casa, a Selecção Nacional sénior masculina de basquetebol terminou de forma apoteótica, ao vencer por 69-63, a Tunísia, em partida referente à terceira jornada do Grupo E, que marcou o encerramento da disputa do Torneio Africano de Qualificação para o Campeonato do Mundo, a decorrer de 31 de Agosto a 15 de Setembro do próximo ano, na China.

Combinado angolano venceu 10 das 12 partidas disputadas em um ano em três países
Fotografia: MACHANGONGO | | Edições Novembro

Com uma espinha atravessada na garganta, provocada pelos tunisinos, com quem perderam por 64-84, em Setembro, na disputa da quarta janela, na cidade de Tunis, os jogadores do “cinco” nacional sabiam que tinham, no encontro de ontem, oportunidade sublime para desforrar-se do percalço e assim o fizeram, no Pavilhão Multiusos do Kilamba, em presença de mais de oito mil espectadores.
Mesmo sabendo que o desfecho não implicaria mudanças na tabela classificativa nem nos objectivos, pois ambas estavam qualificadas em antecipação para o mundial, ainda assim Angola entrou determinada a desforrar-se e a justificar o estatuto de selecção mais titulada do continente, com 11 troféus, contra dois da Tunísia.
Depois de uma primeira parte de basquetebol deslumbrante, com favoráveis 38-29 ao intervalo, no reatamento o combinado angolano teve de sofrer para conquistar a vitória. A vencer folgadamente por 45-34, no terceiro período, o conjunto orientado por William Bryant Voigt passou por alguns sufocos deixando-se aproximar no marcador, 50-48,  quando restava 1 minuto e 50 segundos para o final.
No derradeiro quarto, a 2 minutos e 50 segundos, os hendecacampeões africanos ganhavam apenas por 62-59, aos comandados de Mário Palma, técnico memorável para os angolanos por ter ganho, com a Selecção Nacional, quatro campeonatos africanos das nações, Afrobasket, em 1999, 2001, 2003 e 2005.
O triunfo foi consolidado quando restava um minuto e 20 segundos, altura em que  Leonel Paulo fez 66-61, ao marcar dois pontos debaixo da tabela. A Tunísia terminou na primeira posição com 22 pontos, Angola foi segunda, 21, Camarões e Egipto terminaram na terceira e quarta posições ambas com 19 pontos. O Chade ocupou o quinto lugar, com os mesmos 14 pontos do Marrocos, último.

Tempo

Multimédia