Desporto

Argentina joga obrigada a vencer hoje a Cróacia

A selecção da Argentina tenta alcançar hoje a sua primeira vitória no Campeonato do Mundo da Rússia, quando defrontar às 19h00, a sua similar da Croácia, na partida referente à segunda jornada do Grupo D, no Nizhny Novgorod Stadium.

Avançado Lionel Messi (10), astro da selecção alviceleste e companheiros entram pressionados
Fotografia: DR

Os argentinos desiludiram no primeiro jogo, ao empatarem com a modesta Islândia a um golo, num desafio em que o avançado do Barcelona, Leonel Messi, falhou um penálti.
Com apenas um ponto, Messi e companheiros têm a obrigação de vencer, se ainda ambicionam chegar aos oitavos. Por usa vez, os croatas com três pontos lideram isolados a classificação, depois de terem batido (2-0) a Nigéria.
Em quatro jogos entre as duas equipas, os sul-americanos ganharam dois, perderam um e empataram outro.
No Grupo C, a França mede forças com o Peru, às 16h00, na Arena Ekaterinburg.
Os gauleses comandam a tabela com três pontos, após o triunfo (2-0) no duelo com os australianos e pretendem repetir a proeza. Por seu lado, os peruanos perderam (0-1) com a Dinamarca no primeiro desafio e têm de pontuar, sob pena de comprometerem a sua passagem à fase seguinte.
O único jogo entre os oponentes aconteceu em 1982 e terminou com a vitória dos peruanos (1-0), num encontro de carácter amistoso. 
“A partida contra a França será difícil. Precisamos ser muito inteligentes, administrar o desafio da melhor maneira possível, aproveitar as situações de golos e corrigir os detalhes que nos custaram a derrota na ronda anterior”, disse o técnico do Peru, Nolberto Solano.
O defesa francês Benjamin Pavard afirmou que o grupo vai jogar sem pressão. “Eles perderam o primeiro jogo, então, a pressão está do lado deles. Assistimos a partida deles no sábado contra a Dinamarca e foi muito intensa. Mas nós também estamos a cem por cento.”
Ainda no Grupo C, a Dinamarca defronta às 16h00, a sua congénere da Austrália na Arena Samara.
“Nós temos alguns jogadores que estão num nível superior em relação ao deles. Por isso, estamos confiantes na vitória”, disse o técnico dinamarquês. “Eles têm criatividade e são perigosos. Trata-se de uma equipa que joga, há muito, juntos”, admitiu Van Marwijk.

Tempo

Multimédia