Desporto

Ary Papel ultrapassa registo de golos

Jorge Neto

O avançado do 1º de Agosto Ary Papel já ultrapassou a sua marca de golos conseguida na época passada, apontando actualmente 10 tentos contra os sete do registo anterior, mostrando uma veia mais goleadora, destacando-se na segunda posição da artilharia do conjunto do tetra-campeão nacional na presente edição do Girabola Zap.

Ary Papel no centro
Fotografia: DR

O camisola 30 militar au-mentou a safra para mais três golos, quando ainda faltam disputar cinco jornadas para o final do campeonato nacional, suspenso por tempo indeterminado, devido à prevenção na luta contra o contágio da pandemia da Covid-19. A pon-
taria do jogador está mais afinada nesta segunda época ao serviço dos agostinos, após o regresso de Lisboa, onde representou o Sporting Clube de Portugal, durante um ano.
Na primeira volta da presente época Ary Papel marcou sete golos e na segunda ronda, até a 25ª jornada, apontou três tentos, enquanto que na temporada de 2018/2019 anotou três finalizações na primeira ronda e na segunda anotou quatro, sendo três depois da 25ª jornada do campeonato.
Pelos números apresentados, o goleador agostino, que antes de rumar para Portugal só perdeu a artilharia da equipa numa ocasião para Gelson Dala, volta a mostrar o seu poder de finalização, acrescentado pelo facto do técnico bósnio Dragan Jovic colocá-lo a jogar numa posição mais ofensiva.
Ary Papel notabilizou-se no futebol nacional como extremo, mas a equipa técnica militar adaptou-o para jogar no centro do ataque, atrás do ponta-de-lança, habitualmente trata-se de Mabululu, que assumiu a artilharia da equipa desde a época passada, onde actualmente lidera com 14 golos.
A esta altura, o jogador já teria aumentado a sua marca pessoal, apesar de ter marcado, caso bisasse com o penálti que falhou na recepção da formação do FC Bravos do Maquis, em desafio referente a 24ª jornada, onde contou com mais dois golos de Zito Luvumbo, na vitória por 3-1.

Tempo

Multimédia