Desporto

ASA e Santa Rita do Uíge na luta renhida para o topo

António de Brito

O ASA continua focado no regresso à primeira divisão na próxima época futebolística, após a despromoção em 2017.

Fotografia: DR

Sábado, na deslocação ao Bengo, a formação aviadora derrotou por 1-0, o Mpatu Aponta, no Estádio Municipal do Dande, em jogo da sétima e última jornada da primeira volta da Série A.
Depois do último lugar, no Campeonato Provincial de Luanda, o ASA está a realizar uma campanha digna de realce, com o objectivo de garantir o apuramento directo para o Girabola. A equipa de José Dinis quer evitar o torneio de Liguilha.
Dos jogos disputados, o ASA tem um registo de cinco vitórias e um empate, depois de ter folgado na quinta jornada, por imposição de calendário.
Em declarações ao Jornal de Angola, Paulo Alves “Paulão”, treinador-adjunto do ASA, garantiu que a ambição da equipa passa pelo regresso ao convívio dos grandes clubes.
“O lugar do ASA é no Girabola. Penso que esta situação está acautelada”, salientou. No “dérbi” do Uíge, o ASK Dragão perdeu ontem frente ao Santa Rita de Cássia, por   1-0, no Estádio Municipal 4 de Janeiro. Despromovidos no ano passado, ASA e Santa Rita pretendem levar a decisão do zonal, quando se defrontarem na 11ª jornada, após o empate sem golos.
Mbuísso António, técnico do Santa Rita, assume a pretensão de recolocar a equipa no Girabola.“Fui contratado com esta missão. Tudo depende de nós”, disse ao Jornal de Angola. O União do Cuanza-Norte venceu o São Salvador do Zaire, por falta de comparência.
À saída da sétima jornada, ASA e Santa Rita partilham a liderança, com 16 pontos cada. O Mpatu Aponta é terceiro com dez. Dragão do Uíge está logo a seguir, com sete pontos. Com seis pontos está o São Salvador. União do Cuanza-Norte e Real Mbuco têm cada um ponto.
O estreante Bikuku FC da Lunda-Sul terminou a primeira volta na liderança da Série B, com nove pontos, seguido pelo Jackson Garcia de Benguela, com oito. O Sporting do Bié é terceiro com sete. Kafalango do Cunene e Ferrovia do Huambo surgem depois, com seis pontos cada. O Sporting de Benguela é a lanterna-vermelha, com cinco.

Tempo

Multimédia