Desporto

ASA intensifica treinos de recuperação física

António de Brito

José Dinis incidiu os trabalhos da equipa na recuperação física dos jogadores, no terceiro dia de preparação, após a abertura das “oficinas”, com a realização dos testes médicos.

Aviadores vão lutar para assegurar a permanência
Fotografia: Miqueias Machangongo| Edições Novembro

Apesar de não ter uma equipa com muitos recursos humanos, o treinador português não poupa esforços e pretende fazer do ASA um conjunto humilde e vencedor. Neste momento, José Dinis trabalha com 35 jogadores, alguns que contribuíram para o regresso da equipa recentemente à primeira divisão, reforços e à experiência. Mas só 26 vão fazer parte do plantel para a época futebolística 2018/2019.
Em declarações ao Jornal de Angola, Jacinto Pereira, chefe de departamento de futebol do ASA, faz avaliação positiva dos trabalhos de pré-época.”A preparação decorre sem sobressaltos. O técnico José Dinis está a implementar um novo conceito de trabalho na equipa, para aquilo que são os objectivos  do ASA no campeonato: a manutenção”, salientou.
Apesar do empenho dos jogadores no capítulo técnico, no concernente à condição financeira do ASA, a direcção presidida por Adriano Diogo Domingos desdobra-se em contactos, de modo a ultrapassar este quesito, para que a equipa faça um campeonato sem grandes atropelos.
Do novo Conselho de Administração da TAAG, Adriano Diogo Domingos recebeu garantias de apoios, à semelhança do ministro dos Transportes, Ricardo Abreu. Apesar das promessas, o presidente do ASA não sossega, porque “sem ovos não se fazem omeletas”. “Não podemos viver de promessas. O campeonato está prestes a iniciar. Temos o orçamento feito, mas aguardamos pelos apoios financeiros”, concluiu Jacinto Pereira.

Tempo

Multimédia