Desporto

Atleta do Real recebe apoio de Usain Bolt na premiação

O jamaicano Usain Bolt, várias vezes campeão olímpico, disse ontem que Cristiano Ronaldo merece vencer o prémio The Best, atribuído pela FIFA ao melhor futebolista do mundo em 2017.

Avançado português está bem cotado na votação
Fotografia: Pierre-Philippe Marcou | AFP

Segundo o recordista mundial nos 100 e 200 metros, Ronaldo “encanta” e “ganhou a Liga e a Liga dos Campeões, onde foi o melhor marcador pela quinta temporada consecutiva”, apontou, em entrevista ao site oficial da FIFA.
Apesar de elogiar também o argentino Lionel Messi e o brasileiro Neymar, Bolt diz que Ronaldo “tem uma capacidade assombrosa e vai manter-se ao mais alto nível ano após ano”.
O jamaicano, de 31 anos, sempre se interessou pelo futebol, tendo dito várias vezes que gostaria de se testar como jogador profissional.
Bolt, oito vezes campeão olímpico, elogiou ainda Zidane, que elegeu como treinador que preferiria ter, destacando ainda o italiano Buffon como o melhor guarda-redes do mundo, por ser “muito difícil marcar-lhe um golo, mesmo tendo quase 40 anos”.
O jamaicano elegeu ainda o onze do ano, com Buffon na baliza, Marcelo e Daniel Alves nas laterais, Sergio Ramos e Bonucci como defesas centrais, Paul Pogba, N'Golo Kanté e Philippe Coutinho no meio campo e Ronaldo, Messi e Neymar na frente de ataque.

Receita de defesa


Thiago Silva, experiente defesa do Paris Saint-Germain, sabe bem como é difícil travar Cristiano Ronaldo e fez questão de o explicar à imprensa.
“Cristiano Ronaldo reúne em si todas as qualidades possíveis; remata bem com os dois pés e de cabeça, surge no flanco e dentro da área, perto da baliza ou longe dela”, referiu o defesa dos parisienses.
Questionado sobre a melhor maneira de bloquear Cristiano, o defensor apontou… aos colegas de CR7: “Pode parecer estranho, mas a melhor forma de travar Ronaldo é… impedir que os companheiros lhe passem a bola”.

Tempo

Multimédia