Desporto

Cipriano pode falhar disputa da Supertaça

Anaximandro Magalhães

O extremo do Petro de Luanda, Olímpio Cipriano, 1,92 metros, pode falhar à disputa da Supertaça Wlademiro Romero em basquetebol sénior masculino, diante do 1º de Agosto, numa partida agendada para sexta-feira às 18h30, no Pavilhão Gimnodesportivo da Cidadela.

Extremo de 1,93 metros do Petro de Luanda é aguardado em Luanda esta semana
Fotografia: Santos Pedro|Edições Novembro

Cipriano, jogador virtuosismo ímpar, soube o Jornal de Angola, de fonte do clube do Eixo Viário, está em Portugal, país para o qual se descolou em companhia da sua esposa que foi submetida a uma intervenção cirúrgica.
“Infelizmente, o atleta teve de viajar com a mulher. Mas ficou combinado entre nós, regressar entre hoje ou o mais tardar amanhã, chegando a tempo de disputar o primeiro troféu da época. Portanto, nada aponta para o contrário”, disse.
O Petro e o 1º de Agosto têm treinado nos pavilhões da Cidadela e Victorino Cunha, em sessões bi-diárias. As sessões arrancam com os habituais exercícios de alongamento sob a orientação dos preparadores físicos, pelos petrolíferos ministra-as André Nzamba e pelos militares Paulo Fernandes.
Na componente táctica, são exercitados por Lazare Adingono, Petro, e Paulo Macedo, 1º de Agosto. Ataques cinco contra cinco, saídas em contra-ataque, apanhando a defesa contrária desprevenida, são, tal como a defesa homem-a-homem, com recurso à capacidade de sofrimento na hora de manter inviolável o cesto da sua tabela.
Antes de terminar a sessão, os jogadores realizam o rotineiro jogo treino entre os integrantes do plantel, com a pretensão de os técnicos aferirem o grau de absorção dos conceitos ministrados.

Jogadores disponíveis
Para esta época, os tricolores do Eixo Viário contrataram os postes internacionais, angolanos, Valdelício Joaquim “Vander”, 2,11 metros e Jone Pedro, 2,08, devendo, segundo o vice-presidente para o basquetebol, Artur Barros, chegar mais dois jogadores para fechar o plantel.
Neste momento, estão disponíveis, na formação tricolor, além dos dois atletas mencionados, Joaquim Pedro “Quinzinho” e Childe Dundão (bases), Carlos Morais, José António, Benvindo Quimbamba e Gerson “Lukeny” Gonçalves (extremos), Leonel Paulo (extremo-poste), Aboubakar Gakou, Hermenegildo Mbunga e Aldemiro João (postes).
Dispensado do clube foi o extremo Rafael Silva. O extremo Deográcio António rescindiu. E em situação indefinida continuam o base Domingos Bonifácio “Deny” que, apesar de ter vínculo contratual, não entra nas opções do treinador, tal como o extremo Manda João.
Por sua vez, os rubro e negros foram ao mercado reforçar-se com o extremo-poste Cléusio Castro e os postes Teotónio Dó e Jamal Samuels, este último de nacionalidade norte-americana.
Macedo tem às ordens: Pedro Bastos, Carlos Cabral “Ketson”, Mohamed Malick Cissé, Edson Ndoniema “Lappa”, Armando Costa, Felizardo Ambrósio “Miller”, Mutau Fonseca, Eduardo Mingas, Tarcio Domingos, Hermenegildo “Gildo” Santos, Islando Manuel “Papa Ngulo” e Gilson Bango.

Tempo

Multimédia