Desporto

Colossos estão a preparar Torneio Victorino Cunha

Anaximandro Magalhães |

1º de Agosto, na qualidade de anfitrião, Petro de Luanda, Libolo e Interclube, na de convidados, são as equipas que, de 12 a 14 do corrente, disputam a 9ª edição do Torneio Victorino Cunha em basquetebol sénior masculino.

Equipa do Libolo tem novo treinador no comando mas ambiciona reconquistar a competição
Fotografia: Mota Ambrósio | Edições Novembro

A competição, uma das duas provas do calendário da Associação Provincial de Basquetebol de Luanda (APBL), a par do Campeonato Provincial, visa homenagear o antigo treinador do clube militar e da Selecção Nacional, de seu nome Victorino Eugénio da Silva e Cunha, 72 anos.
Os jogos, a decorrem na cidade de Luanda, vão ser todos disputados no pavilhão baptizado com o nome do homenageado em 2013.  
Em estágio em Portugal, os libolenses, vencedores da última edição, embora orientados agora pelo angolano Raul Duarte, que substituiu no cargo o espanhol Hugo López, são a par dos militares os principais candidatos à conquista do troféu.
Há três anos sem chamar a si o título do torneio de homenagem a um dos principais precursores da senda gloriosa do clube, os rubros-negros, liderados por Paulo Macedo, definiram como uma das prioridades o resgate do ceptro.
O preço dos  bilhetes, apurou o Jornal de Angola, pode custar mil kwanzas. À semelhança das edições anteriores, os moldes de disputa prevalecem, ou seja, jogam todos contra todos a uma volta e vence o torneio quem somar o maior número de pontos. Por cada vitória são atribuídos dois pontos e por cada derrota um.
O 1º de Agosto é o papão, com quatro conquistas em  2009, 2011, 2012 e 2014. Petro de Luanda, 2010, e em 2013, 2015 e 2016, a façanha coube ao Libolo.
Biografia do técnico
De seu nome completo, Victorino Eugénio da Silva e Cunha, nasceu a 18 de Abril de 1945, e é natural de Mogosôres, Portugal. Estudou no Colégio Almeida Garrete em 1950, onde foi colega de Nicola Berardinnelli, no 1º ciclo. Iniciou a prática de basquetebol com o professor Daniel Leite, no Liceu Salvador Correia de Sá.
Começou a jogar no Benfica de Luanda, em 1958, e depois no Centro Desportivo Universitário de Angola. Durante o serviço militar em Moçambique, como capitão do exército português, foi jogador e treinador de futebol no Clube de Cabo Delgado, que tinha como capital Porto Amélia, actual cidade de Pemba.A seguir, jogou basquetebol na Associação Académica de Moçambique. De regresso a Angola, na cidade de Luanda, jogou basquetebol no Ferroviário de Luanda em 1971/72. Em 1972/74, ingressa no CDUAN, onde era capitão e treinador, tendo sido colega do general Raul Hendrick.
Em Julho de 1974, foi convidado, pelo professor Alberto Quadrio, para exercer a função de professor da Escola de Instrução de Educação (onde se situa actualmente o Ministério da Cultura). Em Setembro de 1974, foi convidado pelo antigo ministro das Relações Exteriores, Paulo Teixeira Jorge, já finado, para trabalhar com as extintas FAPLA, exercendo na época funções militares.
Enquanto professor de educação física, foi contactado por oficiais da 9ª Brigada, que treinavam futebol salão na antiga Associação dos Estudantes de Coimbra, posteriormente CODENM, para organizar o andebol e o voleibol e treinar a equipa de basquetebol sénior masculina do 1º de Agosto em 1977.
Dos principais atletas que formou e treinou pode-se mencionar Gustavo da Conceição, Jean Jacques da Conceição, Paulo Macedo, José Carlos Guimarães, José Assis, Herlânder Coimbra, David Dias, Aníbal Moreira e Sílvio Lemos, só para citar estes.
 
Títulos
Campeonatos nacionais 1981, 83, 85, 86, 87, 88 e 91.Taças de Angola 1983, 84, 85, 86, 89 e 90. Títulos como seleccionador : Campeão Africano das Nações, Afrobasket 1989, 1991 e 1993. Vencedor dos Jogos Panafricanos 1987.

Tempo

Multimédia