Desporto

Oficiais de mesa fazem formação

Anaximandro Magalhães |

A área Técnica e de Formação da Federação Angolana de Basquetebol (FAB) submete os oficiais de mesa e estatísticos a um refrescamento, em Luanda, no dia 20 do corrente a partir das 9h00 na sala de reuniões daquela instituição, sita no Complexo Desportivo da Cidadela.

Federação aposta na melhoria da capacidade dos técnicos
Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

Os participantes, refere o comunicado emitido pela Federação, vão ser submetidos a testes e assistem a sessões de vídeo.
Antes, de 16 a 18, o órgão reitor da modalidade promove uma  formação destinada aos árbitros que actuam durante a época, cujo arranque está agendado para  o próximo mês, com a disputa da Supertaça Wlademiro Romero, entre as equipas do Libolo e do Interclube.
O encontro realiza-se também na sede da FAB e deve contar com a presença de mais de 25 juízes, cujo teor avaliativo são testes físicos, escritos e vídeo, onde fazem observação, análise e posteriormente dão o seu parecer relativamente às imagens vistas. />Inicialmente o acto estava agendado para os dias 10, 11 e 12, mas por razões de ordem técnica foi adiado para as datas acima referenciadas. Neste momento, Angola conta com oito árbitros de categoria internacional, António Bernardo, David Manuel, Osvaldo Neto, Francisco Tandu, António Samuel, Mbunga Pedro, Clésio Francisco e Cláudio Anderson.
Nos dias 6 e 7 do corrente decorreu um curso para comissários, com destaque para a participação do presidente da Comissão de Arbitragem, Fernando Pacheco “Baganha”, assim como de Nelson Sardinha.
Os vice-presidentes da FAB, Honorato Troso, Licínia Leite Velho e Benjamin Romano, tinham previstas participação mas à última hora alegaram indisponibilidade.

Tempo

Multimédia