Desporto

Selton Miguel integra "cinco" do Afrobasket

Anaximandro Magalhães

O base Selton Miguel, de 17 anos, 1,92 metros integrou a lista do cinco ideal do Campeonato Africano das Nações Sub-18 de basquetebol masculino, Afrobasket, que viu o Mali destituir Angola do título de campeã, ao vencer por 78-76, o Senegal.

Atleta (3) foi determinante nos registos da equipa
Fotografia: FIBA África

A perda do ceptro e consequentemente do terceiro lugar, após derrota 78-89, frente ao Egipto, na discussão pela medalha de bronze foi coroada com a eleição de Selton, pelos dirigentes da FIBA-África.
Numa altura em que muito se fala da escassez de bases, atleta responsável pela organização do jogo ofensivo, eis que Selton Miguel, que joga numa equipa norte-americana, começa cada vez mais a despontar, sobretudo depois de em 2017, com 16 anos, ter disputado o Campeonato do Mundo Sub-19, no Egipto.
Selton é por essa altura uma das estrelas em ascensão no basquetebol angolano. Contra o Egipto, o fantasista terminou com 24 pontos.
No geral, nos sete jogos disputados no campeonato, obte-ve uma média de 15 pontos, 3,7 ressaltos e 2,3 assistências por jogo.
Para Bamako Gi levou: Selton Miguel, António Dinis, Francisco Gomes, Malcolm Tungo, Eliseu Ventura, Benedito Sambongue, Gil Silva, Emanuel Sebastião, Geovanne Kibinga, Ângelo Alexandre e Pascoal Konde.
Em sete desafios Angola, ganhou quatro, três na primeira fase, 80-79, Rwanda, 73-68, Tunísia, 86-50, Argélia, e nos quartos-de-final 62-44, ante o Congo Democrático. No primeiro turno, derrota por 76-77, ante o Senegal, nas meias-finais, 59-84, contra o Mali, e 78-89, Egipto, para o terceiro lugar.
Eis a classificação final: Mali, Senegal, Egipto, Angola, Congo Democrático, Rwanda, Tunísia, Líbia, Guiné Conacri, Uganda e Argélia.

Tempo

Multimédia