Desporto

Toronto Raptors festejam conquista inédita na NBA

Festa rija e inédita no Canadá: os Toronto Raptors foram a Oakland bater os Golden State Warriors (110-114) no jogo 6 da finalíssima, e tornaram-se a primeira equipa fora dos Estados Unidos a festejar um título da NBA (4-2)

Os Warriors perderam o título em casa
Fotografia: Edições Novembro

 Um triunfo incrível, tendo em conta que os Warriors eram bicampeões em título e detinham uma enorme fatia de favoritismo, mas também pelo facto de três das quatro vitórias dos Raptors nesta final terem sido no reduto adversário.
Os Warriors perderam o título em casa. Na última terça-feira, quando toda a gente esperava o quarto triunfo dos Raptors e consequente vitória no campeonato, o conjunto de Oakland foi a Toronto vencer por 105-106, dando uma demonstração de força própria de um campeão. Nesta finalíssima, todavia, essa força foi sempre intermitente, contribuindo decisivamente para tal a ausência de Kevin Durant - o MVP (melhor jogador) das finais de 2017 e 2018, que regressou precisamente nesse jogo 5, somou 11 pontos em dez minutos... e voltou a lesionar-se: a rotura no tendão de Aquiles vai afastá-lo dos pavilhões nos próximos meses.
As lesões, de resto, foram o inimigo número 1 dos Golden State esta época. Até ao fim, pode bem dizer-se, pois Klay Thompson, que já havia falhado o jogo 3 e estava a ser o melhor elemento da equipa neste jogo 6 (30 pontos), lesionou-se a pouco mais de dois minutos do final do terceiro período, com os Warriors então a vencer por 85-80. Após o fim da partida, viria a saber-se que o base contraiu uma lesão grave nos ligamentos do joelho esquerdo, que vai levar vários meses de recuperação.

 

Tempo

Multimédia