Desporto

Beny Faustudo concorre à presidência de direcção

Job Franco

O antigo vice-presidente da Associação Provincial de Atletismo de Luanda (APAL), Beny Faustudo, anunciou ontem a candidatura ao “cadeirão máximo” da instituição para o ciclo 2020/2024.

Fotografia: Edições Novembro

Ausente há 22 anos, o antigo fundista regressa “às pistas” com programas de fomento desportivo.

Em declarações ao Jornal de Angola, Beny Faustudo assegurou a organização das áreas administrativas e financeiras como prioridades do mandato de modo a assegurar o sucesso da massificação. A intenção é aumentar o número de praticantes nas comunidades e nas escolas.

“Vamos manter um vínculo técnico, metodológico e administrativo com a Federação Angolana de Atletismo, Ministério da Juventude e Desportos, da Educação, da Cultura, Turismo e Ambiente, da Defesa Nacional e Veteranos da Pátria. Vamos apostar na modernização da estrutura associativa e de cooperação com os clubes para fazer renascer o atletismo praticado no passado. A nossa modalidade está cada vez mais a morrer”, disse.

O candidato à presidência da Associação de Luanda defende que o atletismo não pode ser abordado com ênfase apenas em Outubro na antecâmara da corrida do fim de ano, a São Silvestre.

“Temos de criar condições no sentido de a modalidade ser disputada aos finais-de- semana, principalmente, nas comunidades e nas escolas. É preciso ter pessoas certas nos lugares certos. A nossa direcção vai resgatar o atletismo praticado no passado para conquistar novos horizontes”, apelou o futuro candidato.

Faustudo conta com o apoio de Ronaldo Sousa para ocupar o cargo de vice-presidente, Manuel Domingos Francisco (secretário) e Joel António da Conceição (secretariado para a formação de jovens).

 

Tempo

Multimédia