Desporto

Campeões do mundo chegam quinta-feira

António Cristóvão

A Selecção Nacional de futebol para amputados regressa ao país, nesta quinta-feira, com o troféu de campeões do mundo, proveniente da cidade de Guadalajara, México, onde no domingo à noite conquistou o título, ao derrotar na final a similar da Turquia, por 5-4, no Estádio de Santa Lucia, no município de San Juan de Los Lagos, após a marcação de grandes  penalidades.

Jogadores de Angola superaram os turcos na marcação de grandes penalidades
Fotografia: Cedida pela Angop

No tempo regulamentar de 50 minutos, os novos campeões mundiais e a campeã europeia encontravam-se empatados sem golos. O mesmo resultado predominou durante o prolongamento, numa partida marcada pelo equilíbrio, com várias oportunidades de golo de ambos os lados.
O triunfo dos angolanos deveu-se ao mérito do guarda-redes da Selecção Nacional, Jesus Mateus, que defendeu o penaltie decisivo, e o avançado Heno Guilherme, marcador do tento da vitória.
Heno Guilherme, 26 anos, e o defesa Jesus Morais, 28 anos, ambos do 1 de Junho de Luanda, viajam na próxima semana para Istambul, onde vão representar as cores da  equipa do Estambul Yeditepe Sport Clube durante duas épocas. Com este resultado, o “Sete” Nacional conquistou pela primeira vez o troféu  mundial, depois de ter perdido na final, em 2014 na cidade de Culiacán, México, diante da Rússia, por 1-3, no Estádio de Sinaloa.
Nas meias-finais, a Selecção Nacional derrotou o Brasil, por 2-0, no Estádio Proan, enquanto a Turquia venceu pelo mesmo resultado o México (2-0).
Para chegar às meias-finais, os angolanos venceram com imensas dificuldades os polacos, por 6-5, no município de San Juan de Los Lagos, em jogo dos quartos de final, após a marcação de grandes penalidades.
 Nos oitavos de final, a equipa nacional ganhou à congénere da Itália, por 2-0, no Estádio Santa Lucia. Na primeira fase do mundial, Angola goleou a Ucrânia, na primeira jornada por 4-0. Nas segunda e terceira jornadas, venceu a Espanha (1-0) e o Haiti, por 1-2.

Felicitações 
O Bureau Político do MPLA felicitou a Selecção Nacional e manifesta “o mais profundo reconhecimento  a todos quantos estiveram engajados para a conquista de tão importante título, que enche de orgulho toda a Nação angolana”.     

Um exemplo de superação

O Presidente da República, João Lourenço, considera a vitória da Selec-
ção Nacional de Futebol com Muletas “um feito transcendente e inédito do nosso Desporto”, que enche de regozijo o Povo Angolano.
“Quero por isso, na mi-nha condição de Chefe de Estado, transmitir vivas fe-licitações aos valorosos in-tegrantes da selecção que se bateu estoicamente no México, percurso vitorioso que os resultados e as estatísticas confirmam de mo-do inequívoco: seis vitórias em sete jogos disputados”, escreve, na mensagem de felicitação.
João Lourenço sublinha o facto de a Selecção agora campeã do Mundo ser integrada quase na to-talidade por jovens que perderam os seus membros ao serviço da Pátria como militares.
“O triunfo obtido pela Selecção Nacional de Futebol com Muletas valoriza o esforço desenvolvido por diferentes estruturas do Estado angolano, com vista à reinserção dos cidadãos com deficiência”, prossegue o Chefe do Executivo.
O Presidente da República exortou, finalmente, a juventude angolana “a levar em devida conta o inspirador exemplo de superação e firmeza de-monstrado nos relvados mexicanos pelos integrantes da nossa Selecção”.

Tempo

Multimédia