Desporto

Campeonato Nacional arranca apenas com equipas da capital

Armindo Pereira

Nove equipas da capital começam a disputar, a partir de sexta-feira, a 27ª edição do Campeonato Nacional sénior masculino de hóquei em patins, sob a égide da Federação Angolana da modalidade (FAP), com palco nos pavilhões Anexo I da Cidadela e Dream Space, no Quikuxi.

Desafios vão decorrer em ritmo acelerado com a disputa de três jornadas por semana
Fotografia: Santos Pedro | Edições Novembro

Durante a reunião técnica, realizada na primeira semana do mês em curso, as equipas sugeriram ao órgão reitor a realização da prova no mais curto período possível, de modo a acautelar gastos avultados, tendo como justificação as dificuldades financeiras.
Assim sendo, o encerramento está previsto para 19 de Novembro. Académica de Luanda, 1º de Agosto, Petro de Luanda, Clube Desportivo Estado Maior, ISTM, Desportivo do Exército, Sagrado Coração de Jesus, Desportivo da Marinha e CODEFA são as equipas inscritas. 
Ficou ainda acordada a disputa de três jornadas por semana, contrariamente às duas propostas pela Federação. A primeira fase será disputada no sistema todos contra todos a uma volta, ficando de fora a última classificada.
Na segunda fase, as quatro primeiras classificadas vão disputar as meias finais, no sistema de “play-off”, a melhor de três partidas. O primeiro joga com o quarto e o segundo mede forças com o terceiro. As outras equipas disputam as classificativas do quinto ao oitavo lugar.
Os vencedores da meia-final disputam o título num único jogo, ao passo que os derrotados jogam para o terceiro posto. Nos dias de semana os desafios são disputados no Anexo da Cidadela e aos sábados e domingos no Dream Space.
A primeira jornada reserva as seguintes partidas: Sexta-feira ISTM-CODEFA, às 17h00, Estado Maior-1º de Agosto às 18h30. No dia seguinte, a Marinha recebe o Sagrado Coração, às 16h00 e hora e meia mais tarde entram em acção Petro e Exército. Nesta ronda folga a Académica, por força de calendário.
Em declarações ao Jornal de Angola, Pedro Azevedo “Chipita”, vice-presidente da Federação Angolana de Patinagem (FAP) garante estarem criadas as condições técnicas e administrativas para a disputa da competição, sem qualquer constrangimento.
“Eventualmente poderá haver uma ou outra jornada no meio da semana, a ser disputada no Dream Space, em função da disponibilidade do recinto da Cidadela. Em suma temos tudo preparado para arrancar com a prova”.
Para o responsável federativo, a Taça de Angola, vencida pela Académica de Luanda, pela sexta vez consecutiva, serviu de “balão de ensaio” para o nacional. Petrolíferos e estudantes dignificaram a final do segundo troféu mais importante do calendário da FAP, num desafio com alternância constante no marcador. 
O avançado do Petro de Luanda, Josemar Tavares “Zidane” promete aparecer no melhor da forma desportiva durante a disputa do campeonato nacional. Dotado de uma técnica individual apurada, a “jóia da coroa” dos tricolores lamentou o facto de não ter conseguido conquistar a Taça de Angola, troféu que foge das hostes do Eixo Viário desde 2012.
“Estou num bom momento de forma, mas acredito melhorar nos dias que vão anteceder o arranque do nacional. Quero aparecer no melhor da minha forma, e ajudar o Petro a ser campeão nacional, depois de falharmos a conquista da Taça de Angola”, lamentou.
O técnico principal do Petro de Luanda, Benevides de Almeida “Vides”, reafirmou a intenção de lutar pela conquista do título. Por seu turno, o português Fernando Fallé, técnico da Académica disse que o objectivo é a revalidação.
Recorde-se que os “estudantes” venceram a equipa do Eixo Viário, na Taça de Angola, sábado último, por 6-4, com favorável 2-0, ao intervalo.

Tempo

Multimédia