Desporto

Candidatos com tarefas difíceis na recta final

Anaximandro Magalhães

Crónicos candidatos à conquista do título de futebol, 1º de Agosto e Petro de Luanda têm tarefa difícil para materializar os seus objectivos, pois ambos têm de defrontar ainda o Interclube, outra equipa, a par das duas, com possibilidades matemáticas de ganhar o ceptro do Campeonato Nacional da I Divisão, Girabola 2018.

Fotografia: DR

A restarem três jornadas para o final da maior “reunião” do desporto angolano, as probabilidades continuam em aberto até hoje, dia de abertura da 28.ª jornada. Em caso de triunfo, os dois maiores emblemas nacionais podem voltar a confinar a peleja a dois.
É uma tarefa difícil, sobretudo para os comandados do sérvio Zoran Macki, cujo adversário é o Interclube, hoje às 17h30, no Estádio 11 de Novembro.
Por sua vez, os tricolores às ordens do brasileiro Roberto Bianchi recebem a 11 do corrente, às 16 horas, no mesmo recinto, a visita da formação satélite dos agostinos, o Desportivo da Huíla. É um desafio que se antevê complicado para o médio Job e companheiros.
Ainda assim, os “militares” do Rio Seco, nas vestes de bicampeões nacionais, têm vantagem sobre o principal rival, por disporem de dois jogos em atraso, frente ao Recreativo da Caála e Domant FC do Bengo.
Na eventualidade de vencer o primeiro encontro agendado para 12 do corrente, com a formação do Bengo, adiado por força do engajamento na disputa da fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos, os “militares” podem assumir de modo confortável, com mais dois pontos sobre o Petro, a liderança na tabela classificativa, que pode ser reforçada caso também ganhe o outro desafio, ainda sem data marcada.
Se, para tricolores e “polícias”, os olhos estão voltados para os rubro e negros, a recíproca é verdadeira. Na 29.ª e 30.ª rondas, o 1º de Agosto vai ao Dundo jogar com o Sagrada Esperança e o Petro mede competências com o Inter. Na jornada subsequente, o Petro testa aptidões diante do Sagrada Esperança e o 1º de Agosto fá-lo com o Cuando Cubango.
O Petro de Luanda lidera a prova com 47 pontos e tem mais dois jogos. O 1º de Agosto é segundo com 46, e o Interclube, terceiro com 42. Se vencerem todas as partidas até ao final, os  “militares” podem chegar aos 61 pontos, e os “petrolíferos” aos 56. Já os “polícias”, terminariam com 48.

Tempo

Multimédia