Desporto

Candidatos decidem passagem à meia-final

Armindo Pereira

Um dos quatro candidatos à conquista da 34ª edição da Taça de Angola em basquetebol sénior masculino ficará arredado da final, uma vez que o sorteio ditou o desafio Grupo Desportivo Interclube - Sport Libolo e Benfica, como o principal cartaz dos quartos-de-final, com a primeira “mão” agendada para 10 de Abril, no Pavilhão 28 de Fevereiro.

Interclube - Sport Libolo e Benfica é a partida de cartaz dos quartos-de-final
Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

No último encontro, em que estiveram envolvidas as duas equipas, a vitória “sorriu” para o Interclube, por 77-74, para a segunda jornada da terceira volta do Campeonato Nacional, Unitel Basket.
Em declarações à im-prensa, no final do sorteio que decorreu na sede da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), Alberto Babo, chefe de departamen-to da modalidade do Interclube, antevê um jogo equilibrado dado o potencial dos contendores.
“Voltamos a defrontar-nos uma vez mais. São duas grandes equipas, mas o Interclube vai para esta eliminatória com o mesmo objectivo de sempre: o de ultrapassar o seu adversário, consciente de que não será fácil. Temos uma equipa competitiva e vamos dispostos a vencer este troféu”, garantiu.
Alberto Babo recordou ainda que venceu na final a extinta equipa do Recreativo do Libolo, na Supertaça Wladimiro Romero, com estes mesm os jogadores do Sport Libolo e Benfica. O dirigente garantiu ainda que a determinação será a mesma, para cumprir um dos objectivos da presente época.
Por outro lado, Abdel Boukar, director para o Basquetebol do Libolo, interpelado pelos profissionais dos diferentes órgãos de Comunicação Social presentes no local, negou-se a fazer o prognóstico do jogo e de imediato retirou-se das instalações da FAB.
Antes da disputa dos quartos-de-final, a fase inter-provincial vai apurar mais dois candidatos. A primeira “mão” acontece no próximo dia 20 do corrente, com o seguinte emparceiramento: Academia Hermarc - Vila Clotilde e ASA - Universidade Lusíada, sendo que a segunda partida acontece sete dias depois.
Na outra partida dos quartos-de-final, o Petro de Luanda mede forças com o Recreativo Crisgunza de Benguela. Por seu turno, o 1º de Agosto vai aguardar pelo vencedor do desafio ASA - Lusíada, ao passo que a Marinha joga com a equipa que sair vitoriosa do Helmarc - Vila Clotilde.
A equipa vencedora da edição de 2018 da referida competição será o segundo representante de Angola na fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos de Basquetebol. Caso a mesma equipa venha a ser campeã nacional, será representante o finalista vencido da Taça de Angola.
O 1º de Agosto domina esta prova, com 13 troféus, contra 12 do Petro de Luanda. O Dínamo de Luanda, já extinto, faz parte do leque de equipas que lograram o título, com uma conquista em 1989. Libolo (5) e ASA (2) integram igualmente a lista.

Tempo

Multimédia