Desporto

Carlos Júlio pede coesão para conseguir as metas

Melo Clemente

A união deve prevalecer no grupo, para que as metas traçadas pelos novos corpos sociais da Associação Provincial de Basquetebol (APBL), encabeçados por Carlos José Júlio, para o ciclo olímpico 2020/24, sejam cumpridas na íntegra.

Direcção eleita precisa de união para dar cumprimento às promessas feitas aos associados
Fotografia: Melo Clemente| Edições Novembro

 


O apelo foi feito pelo antigo juiz internacional, empossado, quarta-feira, como presidente de direcção da APBL, no segundo mandato de quatro anos.

No acto, decorrido na sala de reuniões do Comité Paralímpico Angolano (CPA), na Cidadela Desportiva, Carlos Júlio reiterou a necessidade de o grupo estar, cada vez mais, unido, para que todos os membros do elenco terminem a “viagem” em 2024.
Das dez agremiações com direito de voto, apenas a formação do Kilamba esteve ausente no dia da votação, a 1 de Agosto.
O mandato anterior ficou marcado por desistências de alguns membros, situação que Carlos Júlio espera não ver repetida neste mandato da APBL, das maiores praças da “ bola ao cesto” do país.

“No mandato anterior tivemos algumas desistências, porque muitos membros deixaram de residir no país”, outros, “ abandonaram o barco”.
O meu apelo vai para este novo grupo de trabalho, no sentido de estarmos unidos até ao fim do mandato, porque entendemos que só desta forma vamos conseguir materializar os objectivos”, solicitou o antigo árbitro internacional de basquetebol.
Introdução do Campeonato Provincial de Sub-23 no calendário desportivo da APBL, na classe masculina, aposta na formação de árbitros, dirigentes, comissários e oficiais de mesa, o aumento do número de jogos nos escalões de formação, combater a adulteração de idades são, entre outras, as principais metas traçadas pelo elenco liderado por Carlos Júlio.

Na lista do elenco, destaque para a presença de Madalena Piedade, campeã africana de seniores, que ocupa a vice-presidência.
Eis a composição dos novos corpos sociais da APBL: direcção - Carlos Júlio (presidente), Diogo João e Madalena Piedade (vice-presidentes), Lílio Neto (secretário-geral), Wlademiro dos Santos, Eliana Lourenço e José Mateus (vogais); Mesa da Assembleia-Geral: - António Balaca (presidente), José Chilingueno (vice-presidente), Maria Cardoso (secretária); Conselho Fiscal: - Cândido Joaquim (presidente), Rosas Silveira e Isaias Luamba (vogais); Conselho Jurisdicional: - Georgina Mendes (presidente), Eclísio Pereira e Arsénio Ambriz (vogais); Conselho de Disciplina: - Figueiredo da Cruz (presidente), Etilvânia Kiluanje e Júdice e Silva (vogais).

Tempo

Multimédia