Desporto

Ciclistas competem nas ruas do Sequele

Teresa Luís |

Com início no supermercado Kero e chegada na entrada da Centralidade, ciclistas de Luanda disputam hoje, a partir das 9h00, a primeira edição do Grande Prémio do Sequele, num contra-relógio individual, com a extensão de 20 quilómetros.

Formação tricolor entra como favorita à conquista da vitória
Fotografia: Edmundo Eucilio| Edições Novembro | Bengo

Organizado pela Associação Provincial de Luanda (APCIL), a prova conta com a participação de 80 atletas, em representação de oito equipas, designadamente Petro de Luanda /Sicasal/Bai, Kambas do Pedal, CCC do Kilamba, Santos FC, Kambas da Bicicleta, Misto de Luanda, Escola Macovi, Amigos do Ciclo Turismo (ACT) e os núcleos Escola do Futuro, do Cazenga e da Centralidade do Sequele.
Amanhã, os ciclistas disputam um meio-fundo na distância de 80 quilómetros, em circuito fechado, com partida e chegada no mercado do Sequele.
“Está tudo acautelado. Vamos premiar os atletas com troféus e medalhas. O Grande Prémio faz parte do nosso calendário de competições e creio que os ciclistas prepararam-se para dar o melhor, tendo sempre em atenção a melhoria das marcas individuais”, disse o secretário-geral da Associação, José Guedes.
Face aos resultados das últimas competições, a equipa Bai/Sicasal/Petro de Luanda é teoricamente favorita ao triunfo. No mês passado, os petroliferos venceram a terceira edição o GP do Kilamba, com o triunfo nas quatro etapas disputadas.
Dário António, Cruz Tuto e  Gabriel Cole destacaram-se nos Elite. A próxima prova de fundo disputada sob a égide  da Associação acontece no dia 29,  na Barra do Kwanza. 

Tempo

Multimédia