Desporto

Comité Olímpico assinala 40 anos

António Ferreira

O Comité Olímpico Angolano (COA) assinala hoje 40 anos da sua fundação, cujas festividades têm no horizonte os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Fotografia: Edições Novembro

Fundado em 1979 pelas federações nacionais de Andebol, Atletismo, Basquetebol, Futebol, Ginástica, Hóquei em Patins, Judo, Natação, Voleibol e Xadrez, o COA é uma instituição sem fins lucrativos, autónoma e que no exercício da sua actividade exclui qualquer discriminação de ordem política, social, étnica, racial e religiosa.
O ponto das celebrações dos 40 anos do COA é o tributo a ser prestado aos membros da primeira Comissão Executiva, nomeadamente Augusto Lopes Teixeira, Germano Araújo, José Sardinha de Castro, Fátima Fernandes e Francisco Mingas, e homenageará as dez federações fundadoras daquele Comité.
O reconhecimento internacional, após intenso trabalho diplomático, aconteceu em Outubro pelo Comité Olímpico Internacional (COI), na reunião da Comissão Executiva em Nagoya, e ratificado na sessão de Fevereiro de 1980, em Lake Placid City. Angola teve a primeira participação nos Jogos Olímpicos em 1980, realizados em Moscovo, na ex-União Soviética. Após o boicote aos Jogos de 1984, em Los Angeles, Estados Unidos da América, Angola participou em todas as edições. O COA, que teve como primeiro presidente Augusto Lopes Teixeira, tem como principais objectivos divulgar, desenvolver e proteger o Movimento Olímpico e o Desporto em geral, preservando a sua autonomia e resistindo a quaisquer pressões de ordem política, religiosa ou económica que o possam impedir de conformar à Carta Olímpica.
Doravante, o COA organizará anualmente um dia ou uma Semana Olímpica destinada a promover o Movimento Olímpico, a cultura e as artes no domínio do Desporto e do Olimpismo e a participação nos programas da Solidariedade Olímpica do CIO. Tem ainda como objectivos assegurar a representação nacional nos Jogos Olímpicos, bem como em outras manifestações desportivas e actividades de formação promovidas pelo Comité Olímpico Internacional, tendo para o efeito competência exclusiva.
Desde a sua fundação, a 17 de Fevereiro de 1979, quatro presidentes dirigiram a instituição, nomeadamente Augusto Lopes Teixeira (1979/1980), Germano Araújo (1981/1992), Rogério da Silva (1993/2004) e Gustavo da Conceição, que se mantém no cargo há 14 anos.

Tempo

Multimédia