Desporto

Convocatória dos Palancas para Marrocos é anunciada

António de Brito

A direcção da Federação Angolana de Futebol (FAF) torna pública, hoje, a convocatória da Selecção Nacional de Honras, deixada por Roberto Bianchi, tendo em vista a disputa da 5ª edição da Taça CHAN, a decorrer de 13 de Janeiro a 4 de Fevereiro do próximo ano, no Reino de Marrocos.

Fotografia: Mota Ambrósio| Edições Novembro

A preparação começa possivelmente no dia 17 ou 18 de Dezembro, em Luanda.
Numa primeira fase, o técnico Srdjan Vasiljevic, novo seleccionador, vai trabalhar com a lista deixada por Bianchi e, com o decorrer do tempo, o sérvio vai introduzir os ajustes necessários, baseando-se no desempenho individual dos atletas durante a preparação.
Vasiljevic pretende injectar sangue novo, trabalhando com os jogadores que se destaquem nas suas equipas. Em Outubro esteve no país e acompanhou alguns jogos do Girabola Zap.
No seu bloco de apontamentos fez muitas anotações sobre jogadores a chamar, caso viesse a assumir o comando técnico dos Palancas Negras, possibilidade que se concretizou.
Sexta-feira, durante a sua apresentação, Srdjan Vasiljevic defendeu que os melhores vão fazer sempre parte da sua convocatória: “A Selecção Nacional é um compromisso muito sério, porque os atletas chamados têm de estar à altura de representar o país, nas competições internacionais”.
O técnico conta com dois treinadores-adjuntos que podem ajudar, casos de Miroslav Maksimovic (antigo treinador do Petro de Luanda) e Silvestre Pelé (ex-técnico da Académica do Lobito).

Preparação atrasada
Comparativamente aos seus adversários do Grupo D, designadamente Camarões, Burkina Faso e Congo Brazzaville, a Selecção Nacional parte atrasada na preparação.
Na convocatória deixada por Bianchi, a maioria dos jogadores são do 1º de Agosto e do Petro de Luanda. Seguem-se Sagrada Esperança, Kabuscorp do Palanca, Interclube, Recreativo do Libolo, Progresso Sambizanga, Recreativo da Caála e 1º de Maio de Benguela.

Tempo

Multimédia