Desporto

Desempenho das equipas deixa dirigente do CPA satisfeito

António Cristóvão

Lino Chimuco, coordenador para o basquetebol em cadeira de rodas do Comité Paralímpico Angolano (CPA), ontem mostrou-se satisfeito com o nível apresentado pelas equipas, na IV edição do torneio de apuramento para o Campeonato Nacional, disputado de 10 a 14 deste mês, no campo Polivalente Valódia, na cidade de Malanje, com a participação de seis equipas.

Fotografia: Santos Pedro| Edições Novembro

“O torneio foi muito competitivo. Nas duas primeiras jornadas, as equipas mostraram-se apáticas, mas depois mostraram que sabem jogar”, disse ontem ao Jornal de Angola.
O nacional disputa-se de 12 a 23 de Agosto no Pavilhão do Sporting do Bié, na cidade do Cuito, com a participação da equipa anfitriã, Centro Profissional de Reabilitação Física de Viana, os Mistos de Luanda, Cuanza-Norte e Uíge.
Àquele grupo de equipas, juntaram-se nesta terça-feira as apuradas no torneio disputado em Malanje, designadamente Amigos do Ami de Cabinda, os Mistos de Benguela, Huambo e Malanje.
Para a quinta e última jornada da competição, o Misto de Malanje venceu surpreendentemente os Amigos do Ami de Cabinda, por 40-23, no campo Polivalente Valódia.
Antes, o Cuanza-Sul foi derrotado com imensas dificuldades pelo conjunto de Benguela, 23-26, enquanto o Huambo suou bastante para ganhar ao Moxico (33-31).
A prova, que começou na sexta-feira passada, foi disputada no sistema de todos contra todos a uma volta, e qualificaram-se para o nacional os quatro primeiros.
Os Amigos do Ami ocuparam a primeira posição, com nove pontos, seguidos pelos Mistos de Benguela, Huambo e Malanje, todos com oito. O Cuanza-Sul ficou no sexto lugar, com sete, ao passo que o Moxico foi o “lanterna vermelha”, com cinco.
O extremo Sabino, do Cuanza-Sul, foi o melhor cestinha de dois pontos da prova, com 65, enquanto Ilídio Samuel ocupou o primeiro no lançamento de três, com nove.

Tempo

Multimédia