Desporto

Direcção do Rio Seco quer estádio composto

António de Brito

Com capacidade para 50 mil espectadores, a direcção do 1º de Agosto pretende colocar hoje, no Estádio Nacional 11 de Novembro, frente ao Zesco United da Zâmbia, 15 dos 20 mil ingressos postos à disposição dos adeptos do futebol, a fim de prestarem o apoio necessário à formação militar.

Adeptos devem dar apoio incessante ao conjunto do Rio Seco
Fotografia: Kindala Manuel|Edições Novembro

500 kwanzas é o valor comercializado para a bancada geral, de modo a permitir a presença em massa dos amantes da modalidade no local do jogo, sendo que para os camarotes a organização optou pela oferta de convites aos sócios com quotas em dia, altas patentes da Forças Armadas Angolanas e patrocinadores oficiais do clube.
Em declarações ao Jornal de Angola, Meike Neves, director de Comunicação e Imagem da formação militar, referiu que decorre uma campanha de sensibilização para que os sócios, adeptos, simpatizantes, amigos do clube e público em geral compareçam em massa no estádio.”
A presença dos adeptos do futebol é imprescindível. Queremos ter o campo cheio, para que a nossa equipa ga-ranta a primeira vitória no torneio. Por isso, optámos pela campanha de sensibilização, porque o que está em jogo é o prestígio do futebol angolano”, salientou.
Para permitir a entrada ordeira dos adeptos,  os portões do estádio abrem às 14h30, pelo  que as Forças Armadas Angolanas e a Polícia Nacional estão mobilizadas, para garantir à ordem e a tranquilidade antes, durante e depois do jogo.”Neste momento, temos tudo alinhavado. Jogámos sempre na antecipação. Penso que nesta altura não há nada que nos inquieta”, garantiu Meike Neves.
O 1º de Agosto aproveita o jogo com o Zesco United, para realizar uma campanha de angariamento de sócios, bem como a venda de material publicitário do clube, designadamente camisolas, bonés, chapéus, cachecóis e revistas.

Tempo

Multimédia