Desporto

Direcção do Sport Libolo e Benfica acaba com o basquetebol no clube

Cento e cinquenta milhões de kwanzas é o valor que a direcção do Sport Libolo e Benfica orçamentou para fazer face, esta época, às despesas com pagamentos de salários aos jogadores da equipa sénior masculina de basquetebol.

 

Direcção do libolo extinguiu o clube de basquetebol
Fotografia: DR

A revelação foi feita ao Jornal de Angola pelo director-geral daquela instituição desportiva, Bruno Vicente. Por ausência de patrocínios e indisponibilidade de recursos financeiros, os dirigentes do clube presidido por Rui Campos, decidiram, um ano depois de ter sido fundado, e gasto 200 milhões de kwanzas só em salários, colocar ponto final à pratica do basquetebol sénior.
Segundo o dirigente, o projecto pode regressar no prazo de um ou dois anos. "Estamos a trabalhar com esse objectivo. Mas não podemos apontar datas. Infelizmente não é uma situação dependente apenas da nossa boa vontade, pois se assim fosse, o projecto continuaria. O país atravessa uma situação financeira algo delicada".

 

 

Tempo

Multimédia