Desporto

Disputa da competição inicia dia 13 de Março

António Ferreira|

A primeira edição da Liga Africana de Basquetebol (BAL) tem início a 13 de Março, no Arena de Dakar, Senegal, anunciou o presidente da prova, Amadou Gallo Fall, no almoço da NBA All-Star 2020, em Chicago. O Petro de Lu-anda é o representante angolano na compita que conta com 12 equipas de igual nú-mero de países.

Petro de Luanda é o representante angolano na nova competição de clubes campeões
Fotografia: Santos Pedro | Edições Novembro

No acto de apresentação, não faltaram figuras como o presidente e secretário-geral da FIBA, Hamane Niang e Andreas Zagklis, respectivamente, o presidente da FIBA África e director da BAL, Aníbal Manave, o secretário-geral da FIBA África, Alphonse Bilé, para além de Dikembe Mutombo, Mamadou N'Diaye e Olumide Oyedeji.

“Este é um momento histórico, pois recebemos as 12 equipas que ganharam a oportunidade de representar os seus países e que farão da BAL um produto de classe mundial”, disse o presidente da BAL, Amadou Fall.
A primeira edição conta com a participação dos campeões de ligas nacionais de seis países - Angola, Egipto, Marrocos, Nigéria, Senegal e Tunísia -, que tiveram qualificação directa na BAL. As restantes seis equipas representam a Argélia, Camarões, Madagáscar, Mali, Moçambique e Rwanda, garantiram a participação através de torneios de qualificação, realizados pela FIBA África em todo o continente no final de 2019.
Petro de Luanda (Angola), GSP (Argélia), FAP (Camarões), Zamalek (Egipto), GNBC (Madagáscar), AS Police (Mali), AS Salé (Marrocos), Ferroviário de Maputo (Moçambique), Rivers Hoopers (Nigéria), Patriots (Rwanda), AS Douanes (Senegal), e Union Sportive Monastirienne (Tunísia) são as formações qualificadas para a edição pioneira da BA.
Os equipamentos oficiais que cada uma das doze equipas utilizarão na prova foram apresentados pela NIKE e a Jordan Brand, fornecedora exclusiva da BAL. Na ocasião foi também apresentado o site oficial da liga.
Sete cidades acolhem a temporada regular inaugural da BAL, nomeadamente Cairo (Egipto), Dakar (Senegal), Lagos (Nigéria), Luanda (An-gola), Monastir (Tunísia) e Salé (Marrocos). Kigali (Rw-anda) sediará os “play-off” e a fase final.
As doze equipas, note-se, serão divididas em duas conferências, com jogos em três cidades. Na temporada regular, as 12 equipas disputam 5 jogos cada, num total de 30 jogos, com as três principais equipas de cada conferência a qualificarem-se para os “play-off”.
Essas seis equipas - a "Super 6" - serão envolvidas num torneio no sistema “round-robin” - todos contra todos a uma volta -, para determinar as quatro que participarão do “BAL Final Four” e da “BAL Final”, em Kigali, no final da Primavera de 2020.

Tempo

Multimédia