Desporto

Disputa do Nacional aguarda autorização

António Cristóvão

O Comité Paralímpico Angolano (CPA) aguarda pela autorização do Governo da Província do Huambo, para a realização da XIII edição do Campeonato Nacional de Futebol para Amputados, agendado para de 8 a 16 de Junho.

Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

A informação foi avançada ontem ao Jornal de Angola pelo secretário-geral do CPA, António da Luz, antes da viagem para Windhoek, onde vai assistir a IV edição da Gala do Prémio Anual dos Desportos da Região 5 da União Africana, denominada RASA.
"A direcção do CPA já es-teve no Huambo para contactos com o executivo da província e espera pela anuência", disse da Luz, preocupado com a escassez de tempo.
Na cidade do Planalto Central, a direcção do CPA visitou as instalações do JGM, onde podem ser alojadas as equipas, árbitros e dirigentes das delegações.
Para albergar a prova, o CPA precisa de apoio para o transporte interno dos atletas, árbitros e dirigentes.
António da Luz disse se até ao final do mês persistir o impasse, a competição vai ser transferida para a cidade de Benguela, nas mesmas datas. />De acordo com Sapalo Mucassanje Xamuzembe, coordenador técnico de futebol do CPA, disputam a prova as equipas do 3 de Dezembro (da província do Moxico), 1 de Junho (Luanda), FC Kadhafi (Funda), os mistos do Bengo, Benguela, Cabinda, Cuando Cubango, Huambo, Malanje e Namibe.
O dirigente disse que o representante de Cabinda ainda é uma incógnita, por falta de comunicação.
Fez saber que caso o campeonato venha a se disputar na cidade do Huambo, os desafios vão ser realizados no Estádio do Ferroviário e as formações ficam alojadas nas instalações do JGM.
A reunião técnica, sorteio e calendarização dos jogos realizam-se no local da competição na presença dos re-presentantes das equipas.
Antes do campeonato, disputa-se a Supertaça no dia 2 de Junho, entre o Misto do Huambo, campeão nacional, e o vencedor da Taça de Angola.

Tempo

Multimédia