Desporto

Doping na China será infracção penal

O uso de doping vai passar a constituir infracção penal na China, a partir de 2019, e os atletas implicados receberão “punição criminal” e “penas de prisão”, informou ontem a agência noticiosa oficial Xinhua.

Director dos Desportos promete duras sanções aos usuários
Fotografia: DR

A decisão surge de um acordo entre o Ministério chinês dos Desportos e o órgão máximo do judiciário chinês, que está a preparar uma interpretação penal para casos de dopagem.
“Estamos perto de terminar o nosso estudo sobre uma interpretação judicial anti-doping, que vai ser promulgada em 2019, provavelmente no início do ano”, avançou o director da Administração Geral dos Desportos, Gou Zhongwen, acrescentando que “os culpados por dopagem enfrentarão punição criminal”.
Citado pela agência noticiosa oficial Xinhua, o responsável disse ainda que “recentemente” foi detectado o uso de drogas para melhorar o rendimento, entre vários estudantes em escolas de desporto.
Os casos de dopagem são actualmente punidos na China de acordo com uma normativa aprovada em 2004, que prevê multas, proibição de competir e punições administrativas.
Em Outubro, o Tribunal Popular Supremo da China revelou que o processo para aplicar o Direito Penal nestes casos encontrava-se na “etapa crucial”.
“Estamos a elaborar interpretações judiciais, sobre a aplicação da lei penal nos casos relacionados com o uso, fabrico, venda e contrabando de substâncias que melhoram o rendimento desportivo”, afirmou então Jiang Qibo, juiz do Supremo.

Tempo

Multimédia