Desporto

Elite do ciclismo trava despique pela supremacia hoje na Muxima

A primeira etapa do III Grande Prémio Amadores Cicloturistas (ACT) de ciclismo é disputada hoje, a partir das 9h00, numa tirada de 114.1 km, no percurso Aldeia 107/Santuário da Muxima/Aldeia 107, com a participação do grosso das equipas de Angola, nomeadamente BAI Sicasal Petro de Luanda e Jair Transportes de Benguela, principais forças da modalidade.

Fotografia: Contreiras Pipa| Edições Novembro

Em fase de preparação da época, que inscreve a presença em várias provas internacionais, os petrolíferos, liderados tecnicamente por Carlos Araújo “Cecê”, são os favoritos à vitória por equipas e a dominar os lugares cimeiros nas categorias de Elite, Sub-23 e Júnior.
Dário António, Cruz Tutu, Hélder Silva e Wagner Chiquito (Elite), Bruno Araújo e Gabriel Cole (Sub-23) e Hélvio Lemos (Júnior) são as principais apostas dos tricolores, no ataque à prova inaugural do Torneio Internacional Orped Angola, que até Novembro vai movimentar a nata do ciclismo, nas províncias de Luanda, Malanje e Benguela.
A Jair Transportes está registada no sistema informático da organização, mas até ontem tinha a presença por confirmar. José Panzo e Adilson Ferraz, duas referências da equipa benguelense, à semelhança de Igor Silva, trabalham desde Dezembro na capital do país.
   
Disputa nos Master
Entre os ciclistas amadores, o destaque recai para os Master 40, categoria a ser marcada, à partida, pelo despique entre os ACT, Kambas da Bicicleta (KB) e Kambas do Pedal de Luanda (KPL). Joaquim Santos, da equipa anfitriã, que comemorou na quarta-feira o terceiro ano de existência, vem de Portugal apostado em vencer a prova.
Nos Master 50, Olavo Fernandes (ACT), recém-promovido, pode interromper o domínio de Justiniano Araújo (individual), Carlos Ferreira (KB), António Quinta, José Marinho e o ausente José Gonçalves “Comando”, todos da equipa anfitriã, ao passo que nos Master 30 é esperada a supremacia da Orped Angola LinkConnection. Amanhã acontece a segunda etapa, em circuito fechado, na Centralidade do Kilamba.

Tempo

Multimédia