Desporto

Emmanuel Adebayor admitiu o suicídio por causa de dinheiro

A riqueza acumulada por Emmanuel Adebayor ao longo da carreira quase que se transformou numa maldição devido à ganância de familiares próximos. A situação chegou a um ponto em que o avançado togolês terá equacionado o suicídio.

Fotografia: Justin TALLIS | AFP

“Senti vontade de me matar muitas vezes e mantive sempre isso em segredo anos a fio. Sinto-me mal pelas coisas terem chegado a este ponto, mas fico aliviado por falar sobre isto”, adiantou Adebayor em declarações ao site da revista francesa “So Foot”, revelando
mais pormenores sobre a relações familiares conturbadas que vive, depois de em 2014 ter sugerido que a mãe lhe tinha rogado uma praga e que um dos irmãos, Rotimi, lhe roubara vários pertences.
“A minha carreira de futebolista chegará ao fim dentro de três ou quatro anos, mas o meu nome de família continuará comigo para sempre. Tudo se torna difícil de suportar quando estás a trabalhar no duro de forma a tirares a tua família da pobreza e ainda assim eles se colocam contra ti. Somos prejudicados pelas nossas famílias.”

Tempo

Multimédia